Weidman garante que vai disputar o título dos médios caso vença Jacaré

O ex-campeão da categoria revelou um acordo com o Ultimate, no qual garante que será o próximo desafiante ao título da divisão, se sair vencedor do combate com o brasileiro

C. Weidman foi detentor do cinturão por dois anos. Foto: Reprodução/Instagram @chrisweidman

Chris Weidman vai encarar Ronaldo ‘Jacaré’ Souza evento co-principal do UFC 230, dia 3 de novembro em Nova York (EUA). Inicialmente, ‘All-American’ estava escalado para enfrentar Luke Rockhold. No entanto, ele que teve uma lesão e foi retirado do card. Em entrevista ao programa norte-americano Ariel Helwani’s MMA Show, o ex-campeão dos médios revelou um acordo de seu empresário com o Ultimate, no qual garante que se sair vencedor do combate com o brasileiro terá a chance de lutar pelo cinturão da divisão novamente.

Veja Também

Jacaré substitui Luke Rockhold e encara Chris Weidman no UFC 230
Luke Rockhold se lesiona e está fora do combate com Chris Weidman no UFC 230

“Eu ganho essa luta [com Jacaré], estou lutando pelo título. Eu estava obviamente perto de lutar pelo título antes dessa luta, vencendo [Kelvin] Gastelum e finalizando-o. Foi entre mim e ele quem iria lutar [o campeão Robert] Whittaker. Eles decidiram ir com Gastelum”, explicou Weidman.

O campeão dos médios, Robert Whittaker e Kelvin Gastelum são os treinadores da 28ª temporada do reality show, conhecida como “The Ultimate Fighter: Heavy Hitters”. Devido à lesão de ‘Bobby Knuckles’, o confronto pelo cinturão da divisão não deve ocorrer ao final do programa, mas sim, em 2019. Segundo Weidman, ele será o atleta reserva para o combate entre os lutadores.

“E depois que você ganhar [do Jacaré], eles irão te levar para a Austrália para estar pronto para substituir o evento principal [em que Gastelum e Whittaker provavelmente se enfrentarão]”, afirmou Chris.

Aos 34 anos, Chris Weidman ficou conhecido ao vencer Anderson Silva em duas oportunidades. No primeiro confronto, ‘All American’ surpreendeu a todos ao nocautear e quebrar a sequência de 10 defesas de título do brasileiro. Assim, o norte-americano conquistou o cinturão dos médios no UFC 162 em julho de 2013.

Seu reinado durou dois anos, até enfrentar Luke Rockhold no UFC 194 em dezembro de 2015. Weidman foi nocauteado pelo rival no quatro round. Em sua última luta, Chris finalizou Kelvin Gastelum com um katagatame no terceiro assalto do UFC Long Island em julho do ano passado.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments