Dana minimiza retorno de Nate: ’Não estou interessado em vê-lo lutar’

Presidente do UFC se mostrou descontente com Nate Diaz, que não luta desde agosto de 2016

Nate não luta desde agosto de 2016 (Foto:Reprodução/FacebookNateDiaz)

Sem lutar desde agosto de 2016, quando perdeu a revanche para Conor McGregor, Nate Diaz teve seu retorno ao octógono anunciado para novembro, quando enfrentaria Dustin Poirier no UFC 230 – uma lesão do rival, porém, o deixou sem oponente. Um solução, então, seria arranjar um novo desafio para o bad boy americano, correto? Não para Dana White, presidente do Ultimate.

De acordo com o dirigente, a volta de Nate não será tratada como prioridade, uma vez que a organização já ofereceu opções ao lutador, que não topou nenhuma. A partir de agora, segundo Dana, o assunto não o interessa mais como antes.

Veja Também

Agora nos pesados, Marcos Pezão recebe novo oponente para o UFC 230
De olho no cinturão, Marlon provoca TJ Dillashaw: ‘Ele não quer se testar’

“Eu não estou mais interessado em fazer o Nate Diaz lutar até que o próprio Diaz venha me dizer que está morrendo de vontade de lutar. Nós vamos oferecer novas lutas, nós sempre lhe oferecemos, Nós provavelmente oferecemos a esse garoto 50 lutas desde que ele enfrentou Conor. Quando ele estiver pronto para lutar, ele nos informará”, declarou o presidente, em entrevista a ESPN americana.

Sempre polêmico, Nate Diaz sempre teve uma personalidade forte, acumulando atritos com os patrões. Para Dana, as atitudes do atleta prejudicam a convivência e a sua própria imagem.

“Ele queria uma luta, nós arranjamos uma luta, anunciamos a luta, e imediatamente ele começou dizendo que não iria lutar. Nós tínhamos um cara aqui na empresa que era um grande fã do Nate Diaz, um grande fã do Nick Diaz e queria trabalhar com eles. Ele já não é mais tão entusiasmado quanto costumava ser”, concluiu White.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments