Carrasco de brasileiros, Weidman elogia Ronaldo Jacaré e declara ‘amor ao Brasil’

Antes de enfrentar Jacaré no UFC 230, Weidman garante que está pronto para vencer e voltar a disputar o cinturão

C. Weidman foi detentor do cinturão por dois anos. Foto: Reprodução/Instagram @chrisweidman

Chris Weidman não é reconhecido apenas por suas ótimas qualidades dentro do octógono e o status de ex-campeão peso médio do UFC. Responsável por destronar Anderson Silva do topo do mundo, em 2013, o ‘All American’ ficou marcado como ‘carrasco brasileiro’ após superar nomes como Vitor Belfort, Demian Maia e Lyoto Machida, além de vencer, também, a revanche com o ‘Spider’.

Neste sábado (03), em Nova York (EUA), Weidman terá a chance de aumentar sua lista de vítimas brasileiras ao enfrentar Ronaldo Jacaré no UFC 230. Apesar da coincidência, o lutador norte-americano garantiu gostar do Brasil, e aproveitou a oportunidade para elogiar seu próximo oponente, que pegou a luta com duas semanas de aviso, após Luke Rockhold ser retirado do show por conta de uma lesão. 

Veja Também

Exclusiva: Luan Miau fala sobre retorno e promete ‘esmagar’ adversário no Brave 18
Após derrota no UFC Moncton, Golm leva suspensão médica de seis meses

“Eu amo os brasileiros e amo o Brasil , um lugar onde existem lutadores incríveis, mas no fim das contas não interessa de onde a pessoa seja. Se você coloca alguém na minha frente, quero vencê-lo. Eu fico feliz de termos tantas lendas brasileiras como lutadores, mas estou animado para vencer mais uma vez, e bastante confiante para isso. Tenho muito respeito por Jacaré, ele foi bem por onde lutou, logicamente tem um jiu-jítsu muito bom, é grande lutador de MMA, campeão também no Strikeforce. Ele teve alguns altos e baixos, o que é normal no UFC, mas ele oferece muito ao esporte. (…) Tive duas semanas para me preparar para enfrentar Ronaldo Jacaré, mas isso não foi problema. Fiquei 15 minutos triste quando Luke saiu da luta, mas Jacaré estava ali, disponível e preparado, então, não tive nenhuma questão quanto a isso. Eu aceitei a luta antes dele, porque… o que posso fazer? Com quem seja que eu for lutar, a luta seguinte é pelo título. E estou muito confiante, em ótima forma, treinando muito forte. Quando você acredita e sabe que é o melhor do mundo, você tem que estar preparado pra vencer qualquer um”, declarou Chris, em entrevista ao site do Combate. 

Conhecido por seu forte jogo de quedas, Weidman pode se ver em perigo caso leve a luta para o chão, uma vez que Ronaldo Jacaré possui um dos melhores jiu-jítsu da atualidade. O ex-campeão, no entanto, fez questão de ressaltar que não se sente ameaçado no solo, e garante estar preparado para frustar o jogo do brasileiro. 

“Estou confortável com todas as possibilidades. Se ele me jogar pra baixo, estou tranquilo. Se eu jogá-lo ao chão, estou tranquilo. Se lutarmos em pé, estou tranquilo. Sou muito experiente e aprendi muito nas adversidades, nunca me senti tão confiante antes. Nós nunca sabemos o que vai acontecer. Só o que sei é que fiz tudo o que pude na minha preparação. E isso é o que me torna tão relaxado e confiante. Eu diria que as chances de eu perder essa luta são muito baixas. E se ele me vencer, então ele merece, porque eu sou uma verdadeira fera atualmente”, concluiu Weidman. 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments