Mark Hunt planeja mais cinco lutas antes da aposentadoria

'Super Samoan' acredita que tem ainda muita energia para continuar lutando e deve fazer ao menos mais cinco lutas antes de encerrar a carreira

M. Hunt faz sua última luta do contrato na Austrália. (Foto: Reprodução/Facebook MarkHunt)

Mark Hunt está escalado para enfrentar Justin Willis no UFC Adelaide neste sábado (01) na Austrália. O confronto é o último do seu contrato com o Ultimate e o veterano considera a que o acordo não será renovado. Mesmo assim, ‘Super Samoan’ não deve pendurar as luvas e quer fazer pelo menos mais cinco combates antes de encerrar a carreira.

Veja Também

VÍDEO: Assista à finalização de Aleksei Oleinik sobre Mark Hunt no UFC Moscou
Hunt provoca Werdum após caso de doping: ‘Esse é seu prêmio por ter a cabeça fraca’

“Será a minha última [luta no contrato], então estou feliz com isso. Estou satisfeito que o UFC tenha me permitido fazer isso. É ótimo, então agora quero dividir o palco com Tai e Tyson novamente e com todos os caras australianos, o que é ótimo. Quero lutar mais cinco vezes, pelo menos, porque ainda tenho o fogo dentro de mim para fazer isso, e seguir a partir daí. Vamos ver o que acontece”, disse Hunt durante o Media Day do evento na Austrália.

O ex-desafiante ao título dos pesados passa por uma má fase no Ultimate. Nos últimos cinco combates, ele venceu apenas Derrick Lewis em junho do ano passado. Entretanto, Hunt culpa os rivais que estava ‘dopados’ pelo cartel irregular.

“Claro que sinto que há mais a fazer. Metade dos caras que eu perdi são trapaceiros. Há muito mais a fazer, mas não é de minha conta. Não tive as oportunidades. Depois de Derrick Lewis, eu lutei contra o número 7, o número 9, agora o número 13. F***-se, não vou ter outra chance pelo título, e as coisas são o que são”, concluiu Mark.

O ex-desafiante ao título dos pesados passa por uma má fase no Ultimate. Nos últimos cinco combates, ele venceu apenas Derrick Lewis em junho do ano passado. Hunt culpa os rivais que estava ‘dopados’ pelo cartel irregular.

“Claro que sinto que há mais a fazer. Metade dos caras que eu perdi são trapaceiros. Há muito mais a fazer, mas não é de minha conta. Não tive as oportunidades. Depois de Derrick Lewis, eu lutei contra o número 7, o número 9, agora o número 13. F***-se, não vou ter outra chance pelo título, e as coisas são o que são”, concluiu Mark.

Mark Hunt está no Ultimate desde setembro de 2019. ‘Super Samoan’ foi finalizado por Sean McCorkle no UFC 119. O peso pesado fez 17 combates na franquia, sendo oito vitórias, sete derrotas, um empate e uma luta sem resultado.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments