Brave anuncia retorno à Jordânia em abril

Após estreia em 2018, Brave irá realizar sua segunda edição no país asiático; Atualmente, a Jordânia tem dois campeões no evento

Brave volta a Jordânia em abril. Foto: Divulgação

O Brave Combat Federation anunciou o local do segundo evento de 2019. Após a estreia nas Filipinas, a organização de MMA sediada no Bahrein retornará à Jordânia, em abril, para o Brave 23. Ainda não foram anunciados combates para a atração.

Veja Também

Charles do Bronx e mais quatro recebem 180 dias de suspensão médica no UFC Fortaleza
Acusado de assassinato, lutador de MMA é capturado em lata de lixo nos EUA

Esta será a segunda vez que Amã sediará uma edição do Brave. Em março do ano passado, o evento debutou no país. Desta vez, o show retorna à Jordânia tendo dois campeões locais. Abdul-Kareem Al-Selwady é o atual dono do cinturão peso leve, após derrotar o brasileiro Lucas Mineiro, enquanto Jarrah Al-Selawe virou o campeão meio-médio após triunfo sobre Carlston Harris.

Presidente do Brave, Mohammed Shahid revelou que a companhia faz planos para retornar à Jordânia desde o Brave 10, que teve lotação esgotada e foi um dos shows mais animados da história da companhia.

“Desde o momento que encerramos as atividades do Brave 10, temos conversado sobre retornar à Jordânia. O país tem alguns dos maiores talentos do MMA não só no Oriente Médio, mas no mundo todo. Ajudar no desenvolvimento do potencial destes atletas é uma parte crucial do nosso plano de mudar o ecossistema do MMA mundial. É por isso que estamos de volta. E não poderíamos estar mais animados com o Brave 23”, apontou Shahid.

O Brave 23 é o segundo evento anunciado para 2019. Antes disso, a organização aterriza pela primeira vez em Manila, nas Filipinas, para o Brave 22, que terá o atual campeão peso galo Stephen Loman defendendo seu cinturão contra o ex-dono do título peso pena Elias Boudegzdame.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário