Ex-UFC é preso acusado de dar soco no rosto da esposa

O peso pesado Josh Copeland, de 36 anos, está preso no estado do Colorado após agredir a esposa na frente da filha; Ele lutou no UFC entre 2014 e 2015

Copeland foi preso acusado de violência doméstica. Foto: Divulgação

O lutador Josh Copeland está em maus lençóis com a Justiça dos EUA. O peso pesado, de 36 anos, foi preso acusado de violência doméstica contra sua esposa. A notícia foi divulgada pelo site de fofocas TMZ.

Veja Também

Após desafio de Anderson Silva, Nick Diaz refuta revanche com Spider: ‘Eu só quero festejar’
Borrachinha dispara contra Adesanya: ‘Não sobreviveria por dois rounds comigo’

De acordo com a matéria, Copeland foi detido depois de dar um soco no rosto de sua mulher após uma discussão. Segundo o relatório da polícia do estado do Colorado, o golpe teria sido tão forte que deixou o rosto da vítima lesionado e sangrando com ‘sangue até o pescoço’.

A esposa de Copeland relatou que após uma discussão ela teria dado tapas no rosto do lutador, mas ele revidou com um soco e a atirou na cama. Além disso, o marido teria pego o celular e escondido para que ela não conseguisse pedir ajuda. A briga teria acontecido na frente da filha do casal.

Josh Copeland, que carrega o apelido de ‘Ursinho Carinhoso’ tem um histórico profissional de 18 vitórias, seis derrotas e um empate como profissional. O peso pesado lutou no UFC entre 2014 e 2015, quando acumulou derrotas para Ruslan Magomedov e Jared Rosholt. Em sua última apresentação, em dezembro de 2018, o norte-americano foi derrotado pelo brasileiro Philipe Lins na grande final do PFL, onde o vencedor embolsou um prêmio de US$ 1 milhão.

Lutadores de MMA com problemas na Justiça

Deixe seu comentário