Rani Yahya lamenta derrota no UFC 234: “Foi um balde de água fria”

Brasiliense perdeu para Ricky Simon na decisão dos juízes e teve sequência de vitórias interrompida

Rani (esq.) perde para Simon (dir.) no UFC 234. Foto: Reprodução / Facebook @ufc

Três vitórias seguidas e quase dois anos sem saber o que era perder. O brasiliense Rani Yahya vivia uma grande fase na carreira e já mirava os lutadores mais bem ranqueados do peso galo (até 61.2 kg.), mas seus planos acabaram sendo frustrados com a derrota para Ricky Simon no UFC 234. O faixa-preta não teve uma boa atuação e acabou derrotado na decisão unânime dos juízes.

Veja Também

Ex-UFC é preso acusado de dar soco no rosto da esposa
Após desafio de Anderson Silva, Nick Diaz refuta revanche com Spider: ‘Eu só quero festejar’

“Não tive a minha melhor performance. Olhando agora que a luta passou, é muito fácil falar o que poderia ter sido feito diferente. Mas eu não consegui colocar em prática muita coisa do que eu tinha trabalhado. Mas méritos também do meu oponente. Ele chegou me sufocando e eu não esperava. Estava esperando que ele fosse fugir um pouco para evitar as minhas tentativas de queda. A minha estratégia realmente não funcionou porque eu passei a lutar no automático após a nossa primeira troca de golpes. Eu acho até que houve um knockdown pra ele. Eu ainda não vi a luta, só vi alguns lances’, explicou Rani.

O knockdown ao qual o brasileiro se refere, aconteceu logo na primeira troca de golpes com Ricky Simon. Segundo Rani, a partir deste momento ele passou a lutar no automático e não conseguiu manter a estratégia que havia traçado para a luta.

“Não sei se foi no momento do knockdown, mas a minha vista ficou toda escura. Praticamente perdi um lado da visão. Tive até que ir para o hospital depois por conta disso. Mas, com o tempo, fui recuperando a visão, mas na luta eu fiquei com ela toda escura. Lutei completamente no automático a partir disso. E aí a minha estratégia foi toda pelo ralo”, revelou.

Rani vinha de três vitórias por finalização e figurava no top 15 da categoria, mas deve deixar o ranking após a derrota. Ele já planejava enfrentar algum top 10, mas o revés frustrou o seus planos.

“Foi um balde de água fria, porque eu já estava almejando lutar com os tops da categoria. Mas, qualquer coisa que eu pense nesse momento, será de cabeça quente. Então, preciso esfriar a cabeça, recuperar o meu corpo bem, porque foi uma luta bem intensa de três rounds. Preciso descansar agora e depois voltar a treinar e trabalhar para obter uma performance melhor na minha próxima luta”, concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário