Anthony Johnson afirma que deixaria aposentadoria para lutar contra Jon Jones

‘Rumble’ garantiu que voltaria a lutar para enfrentar ‘Bones’ nos pesos pesados e disse: ‘Depois dele, eu posso oficialmente dizer que fiz meu trabalho’

Johnson cogita deixar aposentadoria para enfrentar Jones. (Foto: Facebook/UFC)

Anthony Johnson se aposentou em abril de 2017 após ser derrotado por Daniel Cormier no UFC 210. Muitos rumores insinuaram a sua volta ao MMA, mas o peso pesado se manteve inativo. Em entrevista ao podcast norte-americano ‘Into The Weeds’, ‘Rumble’ afirmou que deixaria a aposentadoria para encarar Jon Jones.

Veja Também

Pedro Munhoz sobe cinco posições no ranking dos galos após vitória sobre Garbrandt
UFC 235: Jon Jones e mais nove recebem 180 dias de suspensão médica

“A única forma de eu voltar da aposentadoria é se Jon Jones for para os pesos-pesados, então eu lutaria com Jon. Digo, ele é o único cara que eu quero enfrentar, porque, depois dele, eu posso oficialmente dizer que fiz meu trabalho, que cumpri minha missão. Embora eu não tenha conquistado um título, eu lutei com os melhores dos melhores. Posso ir dormir à noite”, explicou Johnson.

Ao cogitar sua volta, Anthony contou que precisaria de um tempo maior de preparação. Desde o anuncio da aposentadoria ‘Rumble’ está afastado dos treinos, pois precisou se dedicar a sua carreira no ramo da maconha.

“Não treinei desde a minha última luta. Tenho estado focado na cannabis e no CBD. Eu tive que deixar todo o resto em segundo plano, entende? Tive que dar atenção total”, concluiu Anthony.

Johnson protagonizou 28 combates em 11 anos de carreira nas artes marciais mistas. Antes de pendurar as luvas, o pesado vinha de três vitórias por nocaute sobre Jimi Manuwa, Ryan Bader e Glover Teixeira. Em sua última luta, Anthony foi finalizado por Daniel Cormier em disputa pelo cinturão da divisão.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário