Dana White frustra Formiga e planeja Marlon x Cejudo pelo cinturão dos galos

Presidente do UFC ainda afirmou que Jussier Formiga deve enfrentar Joseph Benavidez no mesmo card

D. White planeja Marlon x Cejudo. Foto: Reprodução/Youtube ufc

Jussier Formiga derrotou o compatriota Deiveson Figueiredo e deixou o UFC Nashville, neste sábado (23), confiante que seria o próximo desafiante ao cinturão dos moscas de Henry Cejudo. Porém, ao que tudo indica, esse não é o plano de Dana White, presidente do Ultimate.

Veja Também

UFC Nashville: Jussier Formiga vence Deiveson Figueiredo e desafia Cejudo: ‘Ele tem que defender o cinturão’
Vídeo: Assista os melhores momentos da vitória de Jussier Formiga sobre Deiveson Figueiredo

Em entrevista à ESPN dos EUA após o evento, White comentou que Cejudo irá subir ao peso galo e enfrentar Marlon Moraes pelo título vago da categoria. Já Formiga, número um no ranking dos moscas, deve enfrentar Joseph Benavidez, número dois na classificação.

“Agora eu tenho um plano. Antes eu não tinha, mas agora tenho. Acredito que faremos Marlon Moraes x Henry Cejudo pelo cinturão vago dos pesos galos. Os dois queriam muito essa luta, e parece uma ótima luta para ser feita após toda a situação envolvendo TJ Dillashaw. E teremos Formiga x Benavidez no mesmo card, para o caso de um deles poder ser o substituto caso algo dê errado. E o vencedor desta luta garante o direito de ser o desafiante número um para a disputa do cinturão”, afirmou disse Dana, sem revelar se Formiga ou Benavidez serão possíveis desafiantes no peso mosca ou no galo.

A afirmação de Dana White reforça ainda mais a possibilidade do UFC encerrar a divisão de moscas na organização. Esse já era o plano da franquia quando TJ Dillashaw desceu do peso galo para a categoria para desafiar Henry Cejudo, em janeiro. Entretanto, ele acabou nocauteado e caiu no antidoping.

Com isso, Dillasahw abriu mão do cinturão dos galos e o brasileiro Marlon Moraes, número um do ranking, e Henry Cejudo, campeão dos moscas, devem se enfrentar pelo título vago.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário