UFC Nashville: Jussier Formiga vence Deiveson Figueiredo e desafia Cejudo: ‘Ele tem que defender o cinturão’

Líder do ranking dos moscas, Formiga fez uma luta segura, bate Figueiredo e sonha com cinturão dos moscas

Formiga (esq.) vence e pede chance por cinturão. Foto: Reprodução / Facebook @ufc

Se restavam algumas dúvidas, elas não existem mais! O potiguar Jussier Formiga subiu no octógono do UFC Nashville, neste sábado (23), como número um do ranking dos moscas.  Com uma atuação segura, praticamente sem erros, ele bateu o compatriota Deiveson Figueiredo, quarto na classificação, na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28) e comprovou que merece a chance de desafiar o campeão Henry Cejudo.

Saiba mais

UFC Nashville: Pettis faz valer o apelido de ‘Showtime’ e aplica nocaute espetacular em Thompson
UFC Nashville: Jennifer Maia vence Alexis Davis e conquista primeira vitória no octógono

Com o resultado, Formiga chega a 23ª vitória como profissional, a quarta seguida no Ultimate. Por outro lado, Deiveson conhece sua primeira derrota na carreira em 16 combates.

Ainda no octógono, Formiga não perdeu a chance de desafiar o campeão da divisão de moscas. “O (Henry) Cejudo é um fanfarrão! Ele tem que defender o cinturão dele contra mim”, disparou.

A luta

O combate entre Formiga e Deiveson começou estudado. Com a chance real de disputar o título em jogo, os atletas tomavam cuidado para não errar. Figueiredo fintava bem, mas golpeava pouco, enquanto Jussier esperava para jogar no contragolpe. Na metade da parcial, Formiga atacou a queda e colocou Deiveson de costas no solo. O lutador paraense ainda conseguiu se levantar, mas foi novamente derrubado e o potiguar abriu vantagem do round.

No segundo assalto, Deiveson tentou tirar a dirença da parcial anterior e abriu o jogo. Ele até conectou bons golpes, mas Formiga aproveitou a primeira oportunidade para contragolpear em queda. Apesar de ficar por baixo no solo, Figueiredo foi quem atacou mais. Com uma cotovelada de baixo para cima, ele abriu o corte profundo na testa de Jussier.

Em desvantagem nas papeletas dos juízes, Deiveson voltou ainda mais agressivo para o terceiro round.  Ele caçou Formiga pelo octógono, mas Jussier circulava para não se expor. O potiguar atacou apenas ‘na boa’ quando conseguiu uma queda e ganhou a meia-guarda. Com pouco mais de um minuto, Deiveson voltou a ficar de pé, mas não conseguiu ameaçar o oponente.

CARD PRINCIPAL:

Peso meio-médio: Anthony Pettis derrotou Stephen Thompson por nocaute do 4m55s R2

Peso pesado: Curtis Blaydes derrotou Justin Willis na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-26, 30-25)

Peso leve: John Makdessi derrotou Jesus Pinedo na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Peso mosca: Jussier Formiga derrotou Deiveson Figueiredo na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

Peso pena: Luis Peña x Steven Peterson

Peso mosca: Maycee Barber derrotou JJ Aldrich por nocaute técnico a 3m01s do R2

CARD PRELIMINAR:

Peso pena: Bryce Mitchell derrotou Bobby Moffett na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso galo: Marlon Vera derrotou Frankie Saenz por nocaute técnico a 1m25s do R1

Peso mosca: Jennifer Maia derrotou Alexis Davis na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso palha: Randa Markos finalizou Angela Hill com uma chave de braço a 4m24s do R1

Peso galo: Chris Gutierrez derrotou Ryan MacDonald na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso mosca: Jordan Espinosa derrotou Eric Shelton na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário