Cody Garbrandt ironiza TJ Dillashaw após punição: ‘Me ligue quando a suspensão acabar, covarde’

Norte-americano usou sua conta em uma rede social para provocar ex-campeão dos galos após suspensão da USADA

C. Garbrandt (foto) zomba T. Dillashaw após suspensão de dois anos. Foto: Reprodução Facebook/CodyNoLove

O ex-campeão dos pesos galos, Cody Garbrandt, usou suas redes sociais para provocar seu rival, TJ Dillashaw, após a confirmação da punição de dois anos a T.J proferida pela USADA na última terça-feira (9). Os dois se enfrentaram por duas vezes pelo título dos galos, Dillashaw derrotou Garbrandt nas duas ocasiões.

Veja Também

Davi Ramos enfrenta Austin Hubbard no UFC Rochester
TJ Dillashaw aceita suspensão de dois anos aplicada pela USADA
Campeão do TUF, Ross Pearson anuncia aposentadoria do MMA aos 34 anos

Dillashaw, de 33 anos, testou positivo para o uso de um hormônio sintético (EPO), que aumenta o número de glóbulos vermelhos no sangue, favorecendo o transporte de oxigênio no corpo. A Agência Antidoping dos EUA (USADA), após o flagrante, decretou a punição de dois anos ao atleta. Antes do anúncio oficial da USADA, TJ já havia abrido mão de seu cinturão dos galos (até até 61,2kg).

Com a suspensão, TJ só poderá voltar ao octógono em janeiro de 2021. O fato fez com que Cody se manifestasse com euforia no Twitter.

“Me ligue quando a suspensão acabar, covarde”, publicou Cody.

A rivalidade entre os lutadores começou quando TJ decidiu trocar de academia. Na ocasião, Dillashaw treinava pela TAM Gym, que é a mesma de Cody. Na época, Garbrandt chegou a dizer que TJ havia se vendido. Desde então, os atletas passaram a se provocar, até que o Ultimate casou um embate entre os dois.

A estratégia do UFC foi adicionar os lutadores como treinadores em uma das edições do reality show, TUF (The Ultimate Fighter), realizado em 2017. Ao fim da temporada, os norte-americanos se enfrentaram na disputa pelo cinturão dos galos (até 61,2kg), que pertencia a Cody.

Dillashaw entrou como ‘azarão’ no embate, mas acabou surpreendendo o mundo, nocauteando Garbrandt de forma contundente no segundo round.

A revanche entre os dois aconteceu oito meses depois, no UFC 227, e, novamente, Cody veio a ser nocauteado por TJ; desta vez, no primeiro round, colocando um fim temporário na rivalidade.

Após a primeira provocação via Twitter, Cody realizou mais uma série de publicações ironizando a pena de TJ e afirmando que seu arquirrival não passa de um trapaceiro.

Cody Garbrandt não vem em uma boa fase na companhia. Em suas últimas cinco lutas, foi derrotado em três ocasiões. Na última, para o brasileiro, Pedro Munhoz, no UFC 235.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário