LUTADORES QUE SE APOSENTARAM EM 2022

Aos 39 anos, Cerrone anunciou a aposentadoria após a derrota para Jim Miller no UFC 276. O 'Cowboy' deixou o esporte como segundo lutador com mais lutas, vitórias e interrupções na história do Ultimate.

Donald Cerrone    (36-17-2 NC)

No mesmo evento, Jessica Eye também deu adeus ao MMA após derrota para Maycee Barber. Aos 35 anos, a norte-americana deixou o esporte com quatro derrotas consecutivas.

Jessica Eye  (15-11-1NC)

Uma das pioneiras do MMA feminino, Roxanne Modafferi pendurou as luvas em fevereiro, após quase 20 anos de serviços prestados ao esporte. A "Guerreira Feliz" vinha de três derrotas seguidas.

Roxanne Modafferi             (25-20)

Após quase três anos afastado das competições, Chas Skelly derrotou Mark Striegl em sua luta de despedida do MMA, em fevereiro. Aos 37 anos, o peso pena optou pela aposentadoria por conta de sucessivas lesões.

Chas Skelly   (19-3-1NC)

Finalista de duas edições do TUF, Dhiego Lima fez sua última luta em junho do ano passado, mas anunciou a aposentadoria em fevereiro deste ano. Aos 33 anos, o brasileiro deixou o esporte após duas derrotas seguidas.

Dhiego Lima       (15-9)

Ex-desafiante ao cinturão dos galos do UFC, Marlon Moraes optou por pendurar as luvas aos 34 anos após sofrer quatro nocautes consecutivos, o último deles contra Song Yadong, em março.

Marlon Moraes      (23-10-1)

Um dos maiores nocauteadores do MMA, Paul Daley pendurou as luvas aos 39 anos após mais um nocaute, sobre o brasileiro Wendell Giacomo, no Bellator 281, em maio.

Paul Daley  (43-18-2)

Joanna anunciou a aposentadoria após nocaute sofrido na revanche contra Weili Zhang, no UFC 275. Aos 34 anos, a ex-campeã peso palha deixa o esporte como um dos grandes nomes da história do MMA feminino.

Joanna Jedrzejczyk            (16-5)

Após mais de dez anos lutando no UFC, Wineland optou pela aposentadoria depois da derrota rápida contra Cody Stamann, em junho. O norte-americano de 38 anos venceu apenas uma das últimas seis lutas.

Eddie Wineland       (24-16-1)

Sem lutar desde 2019, Zabit Magomedsharipov oficializou a aposentadoria em junho deste ano. O russo deixa o esporte com uma invencibilidade que durava 14 lutas, as últimas seis no octógono do UFC.

Zabit Magomedsharipov                  (18-1)

Junho também foi o mês de Felice Herrig dar adeus ao MMA após perder para Karolina Kowalkiewicz. A derrota foi a quarta seguida da norte-americana, que pendurou as luvas aos 37 anos.

Felice Herrig      (14-10)