Rony Jason e Serginho brilham no card preliminar do UFC Rio 3

Jason (foto) comemora vitória nas grades do UFC Rio 3. Foto: AP

Finalistas da primeira edição do TUF Brasil, Serginho Moraes e Rony Jason foram os grandes destaques do card preliminar do UFC Rio 3, evento realizado neste sábado (13), na Arena HSBC, na capital fluminense. Campeão entre os pesos penas do reality show do UFC, Jason mostrou toda sua agressividade e nocauteou Sam Sicilia no segundo round. Já Serginho Moraes mostrou a eficiência de seu jiu-jitsu para finalizar o compatriota Renée Forte no mata-leão.

MAISAnderson e Minotauro fazem a festa brasileira no UFC Rio

Rony Jason dá show e nocauteia americano
Na última luta do card preliminar, Rony Jason mostrou porque foi o grande campeão do TUF Brasil entre os pesos penas. Diante do norte-americano  Sam Sicilia, o atleta cearense, que dessa vez pode entrar com a sua tradicional máscara no octógono, mostrou bastante agressividade desde o início. Rony ainda quase conseguiu finalizar com um triângulo no primeiro round.

Mas no segundo assalto, Jason deu show. O brasileiro abusou das cotoveladas em pé para castigar o norte-americano. Após uma queda de Sicilia, Rony a chance e disparou uma série de golpes no solo para castigar o adversário e peleja por nocaute técnico.

“Sam Sicilia é muito forte, um grande oponente. Sam Sicilia, aqui é Brasil. Você sabe quem é Rony Jason”, provocou o brasileiro.

Serginho finaliza Renée
O tetracampeão mundial de jiu-jítsu, Serginho Moraes conquistou sua primeira vitória no UFC. Depois de perder a final do TUF entre os pesos médios para Cezar Mutante, o faixa-preta utilizou suas técnicas de solo para finalizar o adversário com um mata-leão na metade final do terceiro round.

Apesar de pequena superioridade de Reneé na trocação, Serginho não perdia a oportunidade de derrubar o oponente e trabalhar por cima. Após alguma tentativas sem sucesso, no terceiro round Serginho não perdeu a chance no terceiro round e pegou as costas do adversário para finalizar o combate com um mata-leão.

Cristiano Marcello vence com decisão polêmica
Na primeira luta do UFC Rio 3, a primeira vitória tupiniquim no evento foi polêmica. O veterano Cristiano Marcello não teve vida fácil contra Reza Madadi. Nos dois primeiros rounds, o o iraniano naturalizado sueco foi melhor, contrando a disputa na trocação e acertando mais golpes no rosto do brasileiro.

Cristiano equilibrou a disputa no terceiro assalto, mas, apesar de castigar bastante Madadi, não conseguiu finalizar a disputa. Na decisão dos juízes, porém, dois dos três juízes  viram superioridade do brasileiro, que venceu a primeira no UFC, na decisão dividida (29×28, 28×29, 29×28)

Confira abaixo os resultados do UFC Rio 3:

Card principal
Anderson Silva (BRA) derrotou Stephan Bonnar (EUA) por nocaute técnico no R1;
Rodrigo Minotauro (BRA) finalizou Dave Herman (EUA) com um arm-lock no R2;
Glover Teixeira (BRA) derrotou Fábio Maldonado (BRA) por nocaute técnico no R2;
Jon Fitch (EUA) derrotou Erick Silva (BRA) na decisão unânime dos juízes;
Phil Davis (EUA) finalizou Wagner Caldeirão (BRA) no R2;
Demian Maia (BRA) finalizou Rick Story (EUA) com um estrangulamento no R1;

Card preliminar
Rony Jason (BRA) derrotou Sam Sicilia (EUA) por nocaute no R2;
Gleison Tibau (BRA) derrotou Francisco Massaranduba (BRA) na decisão unânime dos juízes
Diego Brandão (BRA) derrotou Joey Gambino (EUA) na decisão unânime dos juízes
Serginho Moraes (BRA) finalizou Reneé Forte (BRA) com um mata-leão no R3;
Chris Camozzi (EUA) derrotou Luiz Cané (BRA) na decisão dividida dos juízes
Cristiano Marcello (BRA) derrotou Reza Madadi (SUE) na decisão dos juízes

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário