Comissão de Nevada estuda deixar de punir atletas por uso de maconha

Irmãos Diaz, usuários notórios da substância, devem ser os grandes beneficiados se a ideia for aprovada

N. Diaz teria feito uso de maconha em entrevista pós-UFC 202. (Foto: Reprodução)

Nate Diaz teria feito uso de maconha em entrevista pós-UFC 202. (Foto: Reprodução)

Veja Também

M. Hunt (foto) ficou revoltado com doping de Lesnar. Foto: Josh Hedges/UFC
Mark Hunt processa UFC em R$ 8 milhões por doping de Lesnar
Ronda foi vista pela primeira vez após derrota para Amanda. (Foto: Daily Mail)
Ronda tem a casa pichada e é vista pela primeira vez após derrota
Luque (esq) e Edwards (dir) vão se enfrentar em Londres. (Foto: Produção SUPER LUTAS / Getty Images)
Vicente Luque enfrenta Leon Edwards no UFC Londres, em março

A Comissão Atlética de Nevada estuda a retirada da maconha da lista de substâncias proibidas para o uso de atletas registrados na entidade, de acordo com o site norte-americano “TMZ Sports”. Uma reunião dos membros do órgão, marcada para a próxima sexta-feira (13), deve decidir a favor ou contra a ideia. A discussão teria sido motivada pelo fato de o próprio estado de Nevada ter legalizado o uso de maconha recreativa em novembro do ano passado.

Alguns dos beneficiados com a possível saída da substância da lista proibida são os irmãos Diaz, usuários notórios de maconha. Nate, por exemplo, foi visto usando um vaporizador eletrônico que continha óleo de CBD, também conhecido como cannabis medicinal. Seu irmão Nick foi recentemente suspenso por cinco anos por repetidamente ser pego usando a substância, mas sua suspensão foi diminuída para um ano e meio. Outros atletas pegos com maconha incluem Matthew Riddle e o brasileiro Diego Brandão. O ex-campeão meio-pesado Jon Jones revelou também que já foi usuário.

A Comissão de Nevada é uma das mais poderosas do mundo dos esportes de combate. Suas decisões normalmente ecoam por todas os outros órgãos estaduais nos Estados Unidos. Se aprovada, o uso recreativo de maconha pode passar a ser legal também em outras comissões.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário