Peso pesado do UFC é inocentado após ser flagrado em exame antidoping

Daniel Omielanczuk foi flagrado pela USADA em janeiro de 2016, no qual foi constatada a presença de meldônio

Omielanczuk foi inocentado pela USADA. (Foto: Getty Images)

Omielanczuk foi inocentado pela USADA. (Foto: Getty Images)

O peso pesado Daniel Omielanczuk foi inocentado pela USADA (Agência Americana Antidoping), órgão responsável pelo controle antidopagem do UFC, após ter falhado num exame antidoping realizado em 21 de janeiro de 2016, no qual foi constatada a presença de meldônio. A substância havia sido proibida pela WADA (Agência Mundial Antidoping) em 1º de janeiro de 2016.

Veja Também

Cormier e Johnson fazem revanche no UFC 210, dia 8 de abril. (Foto: Getty Images)
Cormier minimiza chances de Johnson em revanche: “Ele não me incomoda”
Fortuna está suspenso até março. (Foto: Getty Images)
Sete lutadores são suspensos por tempo indeterminado após o UFC Houston
J. Aldo fará defesa de cinturão contra Holloway (Foto: Getty Images)
Aldo ironiza Holloway e revela que esteve perto de fechar luta nos leves

Em comunicado publicado no site do UFC nesta segunda-feira (06), a USADA alegou que o lutador russo havia ingerido a substância entre agosto e setembro de 2015, ou seja, antes do meldônio ser incluído na lista proibida na categoria de moduladores hormonais e metabólicos. Após nova análise do caso, o órgão, juntamente com a WADA, concluiu que o uso da substância feita por Daniel era consistente com uma ingestão anterior à proibição, optando, assim, por não impor nenhuma punição ao lutador.

Curiosamente, apesar de o exame ter sido realizado no primeiro mês de  2016, fora de período de competição, Daniel Omielanczuk não foi suspenso provisoriamente e continuou atuando. De lá para cá, realizou três lutas em 2017, com duas vitórias e uma derrota. Aos 34 anos, seu próximo combate acontecerá no UFC Londres, dia 18 de março, contra o norte-americano Timothy Johnson.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário