Dana White é a favor da luta entre McGregor e Mayweather

Presidente do UFC nega tentativa de melar negociações entre seu campeão e o ex-boxeador

Dana (dir) espera que McGregor (esq) lute com Mayweather Foto: Josh Hedges/UFC

Dana (dir) espera que McGregor (esq) lute com Mayweather Foto: Josh Hedges/UFC

O presidente do UFC, Dana White, é mais um a favor da realização da luta de boxe entre Conor McGregor e Floyd Mayweather. Acusado de tentar impedir que seu campeão saísse do Ultimate para fazer um duelo na nobre arte, o dirigente norte-americano negou que esteja no caminho das negociações e disse que, em sua opinião, ela irá acontecer.

Veja Também

C. McGregor (esq) e F. Mayweather (dir) podem se enfrentar em breve
Arena de Las Vegas reserva data para McGregor x Mayweather
Cyborg (esq) e Bethe (dir) discutiram na internet (Foto: UFC/Produção: SUPER LUTAS)
Cyborg e Bethe trocam farpas na internet, e curitiba dispara: “Vai para o circo!”
Belfort (esq) venceu Bisping (dir) em 2013. (FOTO: Jeff Bottari/UFC)
Bisping ironiza e diz que Belfort devia enfrentar “jovem cheio de esteroides”

“Isso (luta entre Conor e Floyd) não faz muito sentido para o meu negócio, mas eu não iria nunca evitar que o Conor pudesse fazer esse tanto de dinheiro. Eu acho que vai acontecer. Eu acho que vai ser um acordo difícil, há obviamente um monte de egos envolvidos neste negócio e isso sempre faz as coisas serem mais difíceis. Mas há muito dinheiro em jogo. Eles poderão ganhar muito com isso, então acho que irá acontecer”, comentou Dana White ao programa norte-americano “Conan”, apresentado por Conan O’Brien, curiosamente um dos sócios minoritários do UFC, desde que o evento passou a ser gerido pela WME-IMG.

Nesta semana, o site norte-americano “FloCombat” reportou que a T-Mobile Arena, que é a nova casa do Ultimate em Las Vegas, reservou o dia 10 de junho para o caso de as negociações entre Mayweather e McGregor terem um final feliz. Apesar disso, é pouco provável que o duelo aconteça nessa data, uma vez que o irlandês está focado na chegada do seu primeiro filho, que deve nascer em maio, e não terá tempo hábil para se preparar para um dos maiores boxeadores de todos os tempos.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário