De olho no UFC 212, Dos Anjos aceita desafio ‘antigo’ de Saffiedine

Ex-campeão dos leves pretende fazer estreia nos meio-médios contra belga no Rio de Janeiro, em junho

R. dos Anjos (foto) é ex-campeão dos leves. Foto: Josh Hedges/UFC

R. dos Anjos (foto) é ex-campeão dos leves. Foto: Josh Hedges/UFC

Nascido no estado do Rio de Janeiro, Rafael Dos Anjos nunca lutou em casa pelo Ultimate. Por isso, tem feito campanha para fazer sua estreia entre os meio-médios no UFC 212, que acontece na Cidade Maravilhosa, no dia 3 de junho. E para integrar o evento, vale até aceitar desafios antigos. Ex-campeão do Strikeforce, Tarec Saffiedine havia pedido uma luta contra RDA em janeiro, quando soube da mudança de categoria do antigo dono do cinturão dos leves.

Veja Também

Sonnen criticou possível luta entre Conor e Floyd (Foto: Getty Images)
Sonnen diz que duelo entre Floyd e Conor é ruim para a imagem do boxe
Mousasi (foto) não acredita que Romero disputará o titulo. Foto: Josh Hedges/UFC
Mousasi diz que Romero não lutará pelo cinturão por ‘não falar inglês’
Lamas (esq) e Sung Jung (dir) devem se enfrentar em julho (Fotos: UFC/Montagem: Super Lutas)
Ultimate planeja Lamas x Zumbi Coreano na luta principal do UFC on Fox 25

E, na última quarta-feira (29), Dos Anjos finalmente aceitou a chamada de Saffiedine, atualmente na 10ª posição do ranking dos meio-médios do UFC. Através de seu Twitter oficial, o brasileiro ainda disse que vinha recebendo muitos desafios e que, na hora de assinar o contrato, ninguém queria mais enfrentá-lo.

“Muitos caras têm feito desafios a mim. A minha resposta a vocês é “sim”. Estou apenas esperando a resposta de vocês. Botem a cara”, resumiu RDA, aparentemente frustrado com parte dos meio-médios.

Após se tornar campeão do mundo entre os leves com performance praticamente perfeita contra Anthony Pettis, em 2015, Rafael Dos Anjos defendeu o cinturão com um nocaute no primeiro round sobre Donald Cerrone e chegou a ter luta marcada contra Conor McGregor, em março de 2016. O brasileiro, porém, quebrou o pé e só foi defender seu título novamente em julho do mesmo ano, quando perdeu o cinturão para Eddie Alvarez. Após novo revés, diante de Tony Ferguson, em novembro, RDA anunciou sua subida para os meio-médios.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário