Werdum se arrepende de piada e quer voltar a comentar eventos

Ex-campeão foi suspenso do posto de comentarista para a América Latina após usar Nike para criticar o acordo do UFC com a Reebok

F. Werdum usou outra marca para provocar a Reebok. (Foto: Divulgação / Reprodução)

F. Werdum usou outra marca para provocar a Reebok. (Foto: Divulgação / Reprodução)

O domínio do brasileiro Fabricio Werdum com a língua espanhola lhe deu a chance de se tornar comentarista do UFC para a América Latina. Porém, uma brincadeira e crítica do ex-campeão com a marca Reebok, lhe tirou o posto. Na ocasião, o ex-campeão dos pesados tirou a marca da Reebok e colocou a da Nike em uma foto sua, dizendo que a marca parceira do Ultimate era genérica e a Nike, a original.

Recentemente, “Vai Cavalo” se disse mal interpretado, admite que se arrepende de ter feito a piada e pediu a Dana White, presidente do Ultimate, seu “segundo” emprego de volta.

Veja Também

RDA (esq) enfrenta Saffiedine (dir) (Fotos: UFC/Montagem: Super Lutas)
Dos Anjos estreia no meio-médio contra Saffiedine no UFC Cingapura
MMA segue banido na França. Foto: Josh Hedges/UFC
UFC anuncia evento em Long Island, em julho
GSP (dir) encara M. Bisping (esq) (FOTO: Josh Hedges/UFC)
Bisping ‘revela’ plano de St. Pierre: ‘Ganhar três cinturões do UFC’

“Não tenho nenhum problema com a Reebok, que é um grande patrocinador do UFC. Tenho uma relação ótima com o UFC, trabalho muito por eles. Vou muito a toda a América Latina e faço muitos eventos no México. Agora só estou esperando me deixarem voltar. Quero ir talvez semana que vem para Las Vegas para conversar com Dana White sobre muitas coisas. Eu faço muitas piadas nas minhas redes sociais. Eu sou assim, mas o Dana não me entende. Talvez o humor seja diferente no Brasil e nos EUA. Por isso quero ir lá e conversar com ele, talvez até brincar um pouco e postar o vídeo. Trabalho no UFC há muito tempo, e fui embaixador da companhia na América Latina. Fiz muita coisa legal no México, junto aos fãs latino-americanos. Só quero ir lá, sentar, tomar um café e dizer: “Dana, estou 100% com o UFC, você sabe disso. Acho importante sentar e conversar”, comentou o brasileiro, em entrevista ao programa norte-americano “The MMA Hour”

Enquanto não volta ao segundo emprego, Werdum já tem foco definido no seu trabalho principal: o brasileiro deve enfrentar Alistair Overeem no UFC 213, segundo reportagem do site norte-americano “FloCombat”. O ex-campeão e o holandês já se enfrentaram duas vezes, uma no Pride, com vitória de Werdum, e outra no Strikeforce, com triunfo de Overeem.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário