Após encerrar jejum de vitórias, Thiago Pitbull mira cinturão do UFC

Brasileiro venceu Patrick Côté no UFC 210 e quebrou jejum de dois anos sem vitórias

Pitbull mira o cinturão dos meio-médios (Foto:Jeff Bottari/UFC)

Pitbull mira o cinturão dos meio-médios (Foto:Jeff Bottari/UFC)

A vitória sobre Patrick Côte no UFC 210, realizado no último sábado (15), em Buffalo (EUA), quebrou um jejum de vitórias de mais de dois anos de Thiago Pitbull. Após se recuperar das duas derrotas consecutivas diante de Carlos Condit e Jim Miller (como peso leve), o brasileiro já traçou qual é sua meta na categoria dos meio-médios: conquistar o cinturão, que atualmente pertence a Tyron Woodley.

Veja Também

Pitbull
Thiago Pitbull e Do Bronx garantem vitórias brasileiras no UFC 210
Do Bronx não aparece mais no ranking do UFC (Foto: Jeff Bottari/UFC)
Charles do Bronx ‘some’ do ranking do UFC após vitoria nos leves

“O sentimento após a luta foi de missão cumprida. Eu não me senti aliviado, porque tem muita coisa que quero conquistar. A disputa do cinturão sempre esteve na minha cabeça, mesmo perdendo duas seguidas antes. É o que sempre me motiva, entrei nesse esporte para ser o melhor lutador no mundo. Hoje sou muito melhor que antes, meu foco continua no cinturão, tenho certeza que ele vai ser meu. É só questão de ficar ativo de novo, como já estou. Vou pegar o cinturão de um jeito ou de outro”, declarou, em entrevista ao site ‘Combate.com’.

Aos 33 anos, Pitbull sabe que precisará ser mais ativo se quiser voltar a incomodar a elite até 77kg. De acordo com ele, a intenção é realizar três lutas em 2017, e próxima já no mês de julho, em Nova York.

“Eu queria lutar no dia 22 de julho, em Nova York, seria maneiro lutar no show porque é o mesmo fuso horário, fica a duas horas e meia de avião de onde moro. Se lutasse em Nova York, ficaria ativo, teria tempo suficiente para voltar, conseguiria descansar. Seria ótimo lutar em julho ou agosto. Minha missão era fazer quatro lutas esse ano, sei que é difícil, mas vou tentar fazer mais duas lutas”, concluiu o lutador.

Thiago Pitbull tem um cartel profissional de 22 vitórias e 11 derrotas, com 14 triunfos e oito reveses no Ultimate. Ele chegou a disputar o cinturão meio-médio contra Georges St. Pierre no histórico UFC 100, em 2009, mas foi dominado pelo canadense.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário