Após lesão, Gilbert Durinho pede luta com Joe Lauzon em julho

Brasileiro passou por operação no cotovelo e, mesmo vindo de derrota, pretende enfrentar o perigoso veterano norte-americano

G. Durinho quer lutar em julho (Foto: Reprodução Instagram G. Durinho)

G. Durinho quer lutar em julho (Foto: Reprodução Instagram G. Durinho)

Vindo de derrota para Michel Trator, o peso leve Gilber Durinho tinha a oportunidade de se recuperar no UFC 208 de fevereiro deste ano. Ele enfrentaria Paul Felder no evento, mas uma lesão no cotovelo o tirou do duelo. Recuperado do problema, o brasileiro já sabe quem quer enfrentar em seu próximo combate, além do show em que quer retornar: Joe Lauzon, no UFC Las Vegas do dia 7 de julho.

Veja Também

Cormier defendeu campeã Amanda (Foto: Reprodução/Youtube UFC)
Cormier defende provocações a Jon Jones: ‘Só falo verdades’
(Foto: Reprodução/Instagram Taisumov)
Taisumov se machuca e deixa luta contra brasileiro no UFC Estocolmo
D. Johnson venceu tradicional prêmio (Foto: Reprodução/Facebook/UFC)
Demetrious Johnson detona postura de Ronda: ‘Está na hora de crescer’

“Pedi luta em maio, pedi luta no UFC Rio e estou tomando um monte de “não” do UFC. Mas a última data que me deram foi a do dia 7 de julho. Já estou treinando para essa data, estou só esperando (…) Joe Lauzon é um cara bom pra caramba de chão. Tem um alto nível de chão e luta em pé, não foge da luta. Acho que vai ser um lutão. Sou do jiu-jitsu, mas não vou fugir da trocação, não é meu estilo. É isso o que quero fazer. Você nunca vai me ver pedindo luta fácil, pedindo um cara que sei que vou matar”, comentou Durinho, em entrevista ao podcast MMA Ganhador.

Veterano do UFC, Lauzon também vem de derrota – perdeu para Steven Ray no UFC Nashville, em abril desse ano. Apesar disso, o norte-americano é respeitado no peso leve, já tendo enfrentado nomes como Michael Chiesa, Takanori Gomi, Anthony Pettis e Jens Pulver. O currículo de “J-Lau” é o grande atrativo para Durinho.

“O que me motiva é um desafio, um cara com nome, um cara que sei que vai me colocar em outro nível, uma luta que todo mundo vai assistir. É isso o que me motiva. Quero lutar contra caras assim, contra o Joe Lauzon, sei que vai ser uma boa luta. tenho chances reais de vencer. Sei que vai ser uma luta dura e consigo ver uma luta bem vendida. Esse tipo de luta que me motiva. Não quero luta fácil. Quero luta difícil”, ressaltou o brasileiro.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário