Jon Jones promete que revanche com Cormier será ‘divisor de águas’

Ex-campeão agradece fãs pelo apoio em momento difícil após perder o cinturão e ser suspenso por um ano após doping

J. Jones volta no UFC 214 (Foto: Reprodução Youtube UFC)

J. Jones volta no UFC 214 (Foto: Reprodução Youtube UFC)

Ex-campeão meio-pesado do Ultimate, Jon Jones terá a oportunidade de reaver o título perdido fora do octógono no UFC 214, em 29 de julho, contra seu maior rival, o atual dono do cinturão Daniel Cormier. Poucas semanas antes da revanche com DC, “Bones” atualizou seus fãs através das redes sociais e prometeu que o duelo será um “divisor de águas” em sua carreira.

Veja Também

Nelson admitiu ser 'fã' de Demian (Foto: Reprodução/Facebook GunnarNelson)
Gunnar revela torcida para Demian ser campeão: ‘Sempre torço para ele’
R. Whittaker é o novo campeão dos médios (Foto: Reprodução/Facebook/UFC)
Novo campeão Whittaker pode ficar fora até 2018 com lesão no joelho
A. Nunes pode retornar no UFC 215 (Foto: Reprodução/Facebook/UFC)
Em postagem ‘misteriosa’, Amanda Nunes indica que lutará no UFC 215

Ao falar sobre os treinos para a segunda luta com Cormier, Jones falou também sobre seu atual peso, garantindo que o corte está indo bem e que ele irá bater tranquilamente os 93 kg. limites da divisão meio-pesado, além de agradecer aos fãs pelo apoio.

“Boa tarde a todos, este é o campeão dos meio-pesados Jon Bones Jones. Estou aqui apenas para dar um alô. E dar um rápido obrigado a todos os meus torcedores, todos os ‘haters’ e todos que estão empolgados para este evento. Quero que vocês saibam que me sinto bem, meu peso está baixo, meu espírito está alto e minha saúde está bem. Meu corpo está no lugar certo. Estou muito empolgado. Isso será um divisor de águas na minha vida E apenas queria agradecer a todos. Obrigado a todos e vejo vocês em poucas semanas”, comentou Jon Jones em um vídeo postado em seu Instagram.

Jones e Cormier lutaram no início de 2015, quando “Bones” ainda era o campeão. Na ocasião, ele venceu DC por decisão unânime, mantendo seu cinturão. Porém, após problemas com a polícia, o UFC retirou seu título, e Cormier se tornou o novo campeão com vitória sobre Anthony Johnson. A revanche chegou a ser marcada para o UFC 200, em julho do ano passado, mas Jones foi pego em teste antidoping dias antes e suspenso por um ano.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário