Gaethje recebe suspensão médica e pode ficar fora do UFC até 2018

Após grande estreia, peso leve precisa passar por exame oftalmológico antes de retornar ao octógono do Ultimate

 

 

Gaethje (esq) venceu no TUF Finale (Foto: Reprodução Facebook UFC)

Gaethje (esq) venceu no TUF Finale (Foto: Reprodução Facebook UFC)

O peso leve Justin Gaethje impressionou os chefões do Ultimate em sua estreia, no TUF Finale 25, mas pode ser obrigado a ficar fora do octógono até 2018. Isso porque, após o evento, o norte-americano recebeu uma suspensão médica da Comissão Atlética de Nevada que pode se estender por seis meses, dependendo de exame oftalmológicos.

Veja Também

Novo campeão Whittaker pode ficar fora até 2018 com lesão no joelho
Jon Jones promete que revanche com Cormier será ‘divisor de águas’

Durante sua batalha contra Michael Johnson na luta principal do evento da última sexta-feira (7), Gaethje machucou o olho e só poderá ser liberado para lutar, caso seja liberado por um oftalmologista de confiança da organização. Independente do aval do médico, porém, ele está suspenso por dois meses e só poderá voltar em setembro.

Derrotado pelo estreante e ex-campeão do WSOF, Johnson recebeu suspensão de seis semanas e poderá voltar a lutar no dia 22 de agosto, assim como a brasileira Juliana Lima, derrotada por Tecia Torres na porção preliminar do evento. Outros dois atletas que estiveram em ação no TUF Finale 25 podem voltar só em 2018: Drakkar Klose, que venceu Marc Diakese na decisão dividida, e Jared Cannonier, que superou Nick Roehrick, por nocaute técnico no terceiro assalto.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments