José Aldo quebra o silêncio após derrota no UFC 218: ‘Sempre otimista’

Ex-campeão indicou que vai continuar lutando após segundo revés consecutivo diante de Max Holloway

Aldo seguirá na ativa (Foto: Reprodução Facebook UFC)

Aldo seguirá na ativa (Foto: Reprodução Facebook UFC)

Alguns dias após nova derrota por nocaute para Max Holloway, desta vez no UFC 218 do último sábado (2), o brasileiro José Aldo quebrou o silêncio e indicou que vai continuar lutando e buscando mais um título mundial, apesar de o próprio presidente do Ultimate, Dana White, ter indicado a aposentadoria como uma possibilidade para o ex-campeão na coletiva após o evento.

Veja Também

Do Bronx (esq), Aldo (centro) e Cowboy (esq) confraternizam (Foto: Reprodução Instagram charlesdobronxs)
Aldo, Do Bronx e Cowboy posam para foto após derrotas no UFC 218
A. Silva (foto) segue com sonho no boxe (Foto: Reprodução Facebook ufc)
Anderson Silva e Roy Jones Jr. voltam a se desafiar para luta de boxe
M. Holloway postou foto com seus feitos e provocando McGregor (dir) (Foto: Reprodução Twitter blessedmma)
Holloway e McGregor trocam provocações após o UFC 218

Através de suas redes sociais, Aldo agradeceu o apoio da família, dos amigos e dos fãs e disse que segue “sempre otimista” e terminou com uma frase motivacional, dando todos os indícios de que seguirá na busca por mais um cinturão em sua carreira.

“Só tenho que agradecer por tudo. À minha família que eu amo, à minha equipe, a melhor do mundo Nova União, por me fazer grande e campeão. Aos amigos e fãs que sempre estão comigo, muito obrigado a todos! Serei sempre otimista, pois acreditar é o primeiro passo para fazer acontecer!”, postou Aldo.

Apesar da mensagem, o brasileiro não deu maiores pistas sobre seus próximos passos. Aldo tem o sonho de lutar boxe profissionalmente, mas seu contrato com o UFC lhe impede de explorar essa possibilidade. O ex-campeão também vinha flertando nos últimos anos com uma subida para o peso leve, que pode ser o próximo passo, já que perdeu duas vezes para o campeão de sua categoria original.

Veja a postagem de José Aldo:

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário