Thiago Pitbull promete espetáculo contra argentino no UFC 237, neste sábado

Brasileiro faz sua primeira luta no Rio de Janeiro contra Laureano Staropoli e espera boa vitória dentro de casa

T. Pitbull realizará primeira luta em sua cidade natal. Foto: Reprodução/Facebook Thiagothepitbullalves

O carioca Thiago Pitbull realizará o sonho de poder lutar na sua cidade natal neste final de semana. Em entrevista recente ao ‘Combate’, o lutador brasileiro prometeu uma verdadeira guerra contra rival argentino no duelo que acontece no próximo sábado (11), no UFC 237. O atleta enfrenta o argentino, recém-chegado no Ultimate na segunda luta do card principal.

“Sei que ele não tem tanta experiência como eu. Essa vai ser a maior luta dele. Já estive na situação dele. Já lutei com caras bem mais experientes quando era mais novo, então, sei o que esperar. É preparar para impor meu jogo e acabar com ele rapidinho. A gente vai se encontrar no meio e sair na mão, e um vai cair primeiro”, detalhou o atleta.

Sobre a experiência de Thiago, não resta dúvidas. O atleta estreou no UFC no ano de 2005, há quase 14 anos. Alves é um dos lutadores com mais história na organização. ‘Pitbull’ já enfrentou grandes nomes da história do Ultimate, porém, seu maior momento foi quando disputou o título dos meio-médios (até 77kg.) contra o lendário Georges St-Pierre, em 2009, no UFC 100. Na ocasião, o brasileiro saiu derrotado por decisão unânime dos juízes.

Após anos na companhia, Thiago chegou a se aventurar na divisão dos leves (até 70,3kg.), porém o atleta sofreu com problemas para bater o peso limite e, na única disputa na categoria, saiu derrotado por Jim Miller em 2016.

Após a frustração, o brasileiro retornou à divisão dos meio-médios em 2017 com vitória sobre o canadense Patrick Cônté. Desde então, o lutador atuou por três vezes, sendo derrotado em duas oportunidades.

Perguntado se haveria uma rivalidade entre Brasil e Argentina herdada pelo futebol, ‘Pitbull’ fez questão de minimizar a possibilidade.

“Eu o vejo querendo tirar o dinheiro da minha família. É isso que eu vejo. Vou com essa mentalidade. Vou lá para destruí-lo e sair vitorioso. Esse é meu foco. Mas sei que tem um pouco de rivalidade entre brasileiros e argentinos, e vou tentar tirar vantagem disso também.

Thiago Alves, de 35 anos, soma em seu cartel 33 lutas. Delas, possui 22 vitórias e 11 derrotas. Com o evento no Rio, esta será a oitava vez que o brasileiro se apresentará em seu país, e a terceira pelo Ultimate.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário