McGregor provoca Rafael dos Anjos por dedo quebrado e leva resposta: ‘Eu teria feito você engolir aquele pé’

Lutadores, que quase se enfrentaram em 2016. reacenderam a rivalidade após o brasileiro finalizar Kevin Lee no último sábado

Dos Anjos e McGregor fariam a luta principal do UFC 196. Foto: Divulgação

Rafael dos Anjos reencontrou o caminho das vitórias, no último sábado (18), ao finalizar Kevin Lee na luta principal do UFC Rochester. O triunfo do brasileiro fez com que prognósticos de uma luta que nunca aconteceu viessem a tona. O combate diante de Conor McGregor.

Veja Também

Treinador de Khabib Nurmagomedov revela que Conor McGregor ainda é o adversário mais perigoso para russo
Após estreia dos sonhos no UFC, Michel Pereira afirma: ‘Não consegui mostrar metade do que sei’

O repórter Josh Gross, que trabalha na cobertura de MMA desde 2000, usou sua conta no Twitter para analisar a vitória de Dos Anjos e o combate diante do irlandês. “RDA (siga para Rafael dos Anjos) é um grande lutador. Ele simplesmente destruiu o Kevin Lee. Não dá para não pensar naquela chance perdida contra o McGregor e no que poderia ter acontecido”, postou no microblog.

McGregor, por sua vez, leu a publicação e não perdeu a oportunidade de responder e provocar o brasileiro. “Acho que nós nunca saberemos, porque ele deu para trás, com um dedo quebrado”, respondeu o irlandês.

Por fim, foi a vez de Rafael retrucar Conor, atacando até a marca de whisky fabricada pelo rival: “Aquele pé quebrado é a minha ferramenta de trabalho. Tirar sarro de um companheiro de profissão mostra o tipo de pessoa que você é. Antes de dormir você imagine como a vida seria se aquela luta tivesse acontecido, e eu tivesse feito você engolir aquele pé. Aproveite sua fortuna bebendo essa água marrom barata que você chama de uísque sem fazer graça com a minha má sorte da época”, encerrou.

Relembre

O combate entre Rafael dos Anjos e Conor McGregor esteve perto de acontecer em duas oportunidades. O embate, que chegou a ser cogitado para acontecer no Brasil, foi agendado para o UFC 196, em março de 2016. Na ocasião, o brasileiro era o campeão dos leves (até 70,3 kg.) e iria defender seu título diante do irlandês. Mas ele quebrou o dedo do pé durante os treinamentos e foi forçado a deixar a disputa.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário