Claudio Hannibal finaliza rápido e emplaca quinta vitória consecutiva no UFC Newark

Brasileiro finalizou Cole Williams com um mata-leão no primeiro round e se mantém invicto no UFC

Hannibal comemora vitória. Foto: Reprodução / Facebook / UFC

Não deu nem para a saída! O brasileiro Claudio Hannibal finalizou Cole Williams de forma rápida, em apenas 2m35s de luta e confirmou a boa base no UFC. Ele emplacou sua quinta vitória em cinco lutas no octógono. O duelo esteve no card preliminar do UFC Newark, realizado neste sábado, em New Jersey (EUA).

Saiba mais

Colby Covington domina Robbie Lawler, vence na decisão e desafia campeão Kamaru Usman
Dana White perde paciência com Cyborg e a libera de contrato com UFC: ‘Está livre para lutar aonde quiser’

Diante do norte-americano, que foi contratado apenas 10 dias antes do embate, Hannibal confirmou o favoritismo e finalizou a disputa com um mata-leão.

“Estou muito feliz, é um sonho realizado, estou aqui com a minha galera da American Top Team e não poderia estar mais feliz. Olha, quero os US$ 50 mil, mereço o bônus. Galera, do Brasil, muito obrigado para todos que me acompanham. Estreei aqui nos EUA, estou muito feliz e quero esse bônus. Treino isso há muito tempo, joguei alguns golpes no rosto dele e fui para o mata-leão. Sou faixa-preta de jiu-jítsu e isso é o que faço melhor. Estou 5-0 no UFC, me mantenham ocupado. Estou sem lesões e pronto. Quero lutar em Vegas em dezembro”, disse o brasileiro.

A luta

Com moral no UFC, Hannibal começou a luta trocando golpes com Williams. O brasileiro acertou uma boa sequência de diretos no rival, que até tentou responder na mesma moeda. Mas, na primeira oportunidade, Claudio encurtou e derrubou o rival com facilidade.

No solo, ele rapidamente avançou para as costas, bateu na lateral da cabeça de  Williams até que ele abrisse o espaço para que o estrangulamento fosse encaixado. O golpe ainda pegou no queixo do norte-americano, que não conseguiu segurar e acabou desistindo da peleja.

Resultados do card preliminar do UFC Newark

Peso mosca (até 56,7kg.): Matt Schnell finalizou Jordan Espinosa com um triângulo a 1m23s do R1

Peso mosca (até 56,7kg.): Lauren Murphy derrotou Mara Romero Borella por nocaute técnico a 1m46s do R3

Peso meio-médio (até 77kg.): Cláudio Hannibal finalizou Cole Williams com um estrangulamento a 2m35s do R1

Peso mosca (até 56,7kg.):  Miranda Granger derrotou Hannah Goldy na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário