Dois meses após se tornar mãe, Mackenzie acredita em bom retorno ao MMA

Brasileira tem luta marcada para 12 de outubro contra a compatriota Amanda Ribas, no UFC Tampa

M. Dern (dir.) em vitória pelo Ultimate. Foto: Reprodução / Divulgação/Instagram @UFC

A brasileira Mackenzie Dern está próxima de retornar ao MMA. Após se afastar do octógono em função da gravidez, a atleta tem compromisso marcado contra a compatriota Amanda Ribas, no UFC Tampa, em outubro. Ciente das dificuldades em relação aos treinamentos, corte de peso e amamentação, a atleta afirma que está fazendo uma boa preparação e que já está próxima do peso ideal para a realização do confronto. As declarações foram feitas em entrevista recente ao ‘MMA Fighting’.

Veja Também

Frankie Edgar responde a desafio de Conor McGregor: ‘Te enfrento em qualquer divisão’
Próximo de duelo contra Khabib, Dustin Poirier afirma que não teme quedas aplicadas por rival
Elvis Silva conquista cinturão do Shooto Brasil e pede chance no UFC São Paulo

“Estou apenas 2kg. acima do limite (52,1kg.) e ainda me restam sete semanas. Eu sei que o aleitamento materno ajuda a queimar calorias sem sequer reparar nele, e ainda tem todo o treinamento. Meu peso está bem, eu estou realmente surpresa com isso. Minha ideia é queimar a gordura que eu adquiri por causa do leite e de tudo isso, e ganhar massa muscular”, disse a atleta.

A lutadora também afirmou que o UFC a tem auxiliado em sua alimentação. Segundo Dern, a maternidade tem ocupado seu tempo livre e, então, a empresa tem ajudado na preparação para seu próximo combate.

“Eu estou focada na minha dieta e treinamento. O UFC tem me mandado refeições todos os dias e isso me ajuda muito, porque eu não tenho tempo de cozinhar, tendo a criança. Eles têm me ajudado muito”, confessou Mackenzie.

Sobre sua próxima adversária, a brasileira declarou não conhecer a fundo as qualidades de Amanda Ribas. No entanto, Dern disse que está ciente que se trata de uma atleta perigosa. Pensando nisso, a lutadora vem traçando sua estratégia para conquistar mais uma vitória dentro do Ultimate.

“Não a conheço tanto assim, mas sei que está longe de ser uma luta fácil. Ela tem um bom jogo de chão. Não sei muito sobre sua luta em pé, porque a vitória no UFC foi rápida. Não consegui ver muito, mas acho que vai ser uma luta divertida”, disse Dern.

Ribas estreou no UFC com uma boa vitória sobre Emily Whitmire, em junho deste ano. Na ocasião, a mineira conseguiu finalizar a oponente antes dos três minutos do segundo round. O triunfo marcou a segunda vitória seguida de Amanda, que soma oito combates em seu cartel profissional.

Mackenzie, por sua vez, busca ampliar seu número de vitórias na carreira e manter sua invencibilidade, que já dura três anos. Em sete combates disputados, a brasileira teve o braço levantado no fim em todos.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário