Sem prêmio de ‘Luta da Noite’, UFC elege Khabib e mais três para bônus de performance

Diretoria do Ultimate opta por não eleger melhor combate e prioriza desempenho individuais no UFC 242; os lutadores deixam Abu Dhabi com US$50 mil a mais na conta

K. Nurmagomedov posa com seu cinturão. Foto: Reprodução/Instagram @khabib_nurmagomedov

Não houve premiação para a ‘Luta da Noite’ no UFC 242, que aconteceu neste sábado (7), em Abu Dhabi. Após 13 combates disputados, a diretoria optou por dar o bônus de US$50 mil (cerca de R$190 mil) a quatro atletas que atuaram em duelos distintos. Entre os eleitos estão Khabib Nurmagomedov, Ottman Azaitar, Muslim Salikhov e Belal Muhammad. Todos eles saíram vitoriosos em seus compromissos.

Veja Também

VÍDEO: Assista à finalização de Khabib Nurmagomedov sobre Dustin Poirier no UFC 242
Khabib leva susto, mas derrota Poirier, mantém cinturão, e permanece invicto no UFC 242
Paul Felder bate Edson Barboza por pontos em resultado contestado por público no UFC 242

A premiação indiscutível da noite foi a de Khabib Nurmagomedov. O atleta, que retornou após cumprir suspensão de nove meses, em consequência da confusão causada depois do UFC 229, bateu o ex-campeão interino, Dustin Poirier, e realizou sua segunda defesa de cinturão dos leves (até 70,3kg.).

Poirier, que era considerado o azarão na maioria das casas de apostas, no entanto, não vendeu barato a derrota. O norte-americano colocou o russo por duas vezes em situações que nunca tinha passado em toda a carreira. No segundo round, Khabib ficou próximo de sofrer um nocaute, após ser atingido por uma sequência de socos e, no terceiro, ficou exposto a uma guilhotina bem encaixada que quase promoveu uma tragédia em Abu Dhabi.

O russo, no entanto, soube contornar as situações e manter a calma para sair do momento ruim. Quando se recuperou, o atleta se recompôs e conseguiu aplicar um mata-leão em Dustin, que, cansado, bateu em desistência.

Na terceira luta do evento, no card preliminar, o russo Muslim Salikov enfrentou Taleb Nordine, conhecido por ter trabalhado como segurança de Neymar na França. O combate que começou movimentado, teve seu fim logo no primeiro round, quando Salikov surpreendeu Taleb com um soco brutal direto no queixo, que fez com que o atleta desabasse ao solo sem reação, obrigando o árbitro a encerrar a peleja. Pela excelente apresentação, o russo foi premiado e deixa a cidade de bolso cheio.

Outro combatente premiado foi o norte-americano Belal Muhammad. O meio-médio (até 77kg.), que buscava iniciar uma sequência positiva de resultados, conseguiu bater o japonês Takashi Sato por nocaute em um confronto que durou três assaltos. Com o triunfo, Belal inteirou sua 16ª vitória na carreira, que conta com três derrotas; uma delas para o brasileiro Vicente Luque.

O quarto atleta premiado foi Ottman Azaitar. O lutador foi um dos representantes da quarta peleja do UFC 242 e realizava, também sua estreia pela companhia em um dos mais aguardados cards do ano. Atleta não decepcionou e, em encontro com o finlandês, Teemu Packalen, promoveu ao público um ótimo cartão de visitas, com um belo nocaute no primeiro round. Com o triunfo, o lutador completou sua 12ª vitória na carreira e continuou sem saber o que é ser derrotado no MMA.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário