Treinador de Adesanya afirma que pupilo pode desafiar Miocic entre os pesados: ‘Isso nunca foi feito’

Eugene Bareman mostra confiança no talento de Israel e diz que atleta poderia saltar uma divisão e realizar super luta contra atual campeão

I. Adesanya em vitória pelo Ultimate. Foto: Reprodução/Facebook UFC

Não é só Israel Adesanya, campeão interino dos médios (até 83,9kg.) que esbanja confiança em suas qualidades. Seu treinador, Eugene Bareman afirmou que o atleta, que luta pela unificação do cinturão de sua divisão neste final de semana, poderia saltar a divisão dos meio-pesados (até 93kg.) e desafiar o atual campeão dos pesados, Stipe Miocic, para uma super lutas. Eugene ainda afirma que o nigeriano pode sair vencedor do combate. A declaração foi feita em entrevista recente ao ‘Submition Radio’. Adesanya não se opõe, mas pede cautela.

Veja Também

Dillashaw diz que quer luta pelo título após suspensão: ‘Eu nunca o perdi. Ainda sou o campeão’
Após derrota em estreia, Raphael Bebezão tem luta marcada para o UFC Singapura
Covington faz previsão de vitória sobre Usman: ‘Nocaute no terceiro round’

“Se me deixassem escolher entre uma super luta entre os meio-pesados e pesados, eu escolheria os pesados. É diferente. Existem coisas diferentes que você pode tirar vantagem quando se é um peso pesado. Isso é algo que você não tem na categoria meio-pesada. Então, você pode aparecer para lutar o quão grande você conseguir”, disse Eugene.

O técnico ainda insistiu em dizer que um dos fatores que fariam o combate ser enorme é o fato de Adesanya ter que saltar uma divisão para encarar o campeão. No caso, Israel abriria mão de um confronto contra o então campeão meio-médio, Jon Jones, e seria escalado para lutar na divisão máxima da empresa.

“Se eles estão falando sobre fazer uma super luta, então pule a divisão meio-pesada e vá direto para os pesados. Ninguém nunca fez isso. Stipe seria o escolhido que eu gostaria que enfrentasse”, disse Bareman.

Enquanto Eugene falava, Israel, ao lado, escutava com atenção e sorria ao ouvir a proposta do treinador. Quando questionado sobre a possibilidade, o nigeriano sorriu, disse que concordava, mas pediu cautela sobre a possibilidade.

“Concordo. Definitivamente. Eu gosto da sua maneira de pensar, mas não vamos tomar atitudes precipitadas”, disse Adesanya, mostrando os pés no chão diante da especulação.

O nigeriano está concentrado para realizar um dos duelos mais aguardados do ano. Neste sábado (5), o lutador irá encarar Robert Whittaker na luta principal do UFC 423, na Austrália. O compromisso será válido pela unificação do título dos médios.

Recentemente, Miocic recuperou seu título, perdido em julho do ano passado no nocaute sofrido para Daniel Cormier. Pouco mais de um ano depois, Stipe devolveu o nocaute em DC e voltou a ostentar a cinta de campeão dos pesados. O norte-americano se recupera de lesões no olho resultantes da peleja e estuda a possibilidade de uma trilogia contra o rival.

Atualmente, Israel está com 30 anos e carrega um cartel perfeito. Desde sua estreia no MMA, em 2012, o atleta realizou 17 combates e nunca soube o que é ser derrotado. Além do cinturão, o combate deste final de semana coloca em jogo a invencibilidade do atleta.

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário