Após dois anos, Shogun volta a lutar no Brasil e enfrenta Sam Alvey no UFC São Paulo, diz site

Brasileiro é uma das atrações do espetáculo que acontece em 16 de novembro; atleta não luta desde dezembro de 2018

M. Shogun volta a lutar no Brasil no UFC São Paulo. Foto: Reprodução/Instagram @shogunoficial

Um dos representantes da velha guarda do MMA está de volta ao Brasil. Maurício Shogun será um dos atletas a se apresentar no UFC São Paulo, em 16 de novembro, na capital paulista. O ex-campeão meio-pesado (até 93kg.) irá trocar forças contra Sam Alvey e se apresentará diante da torcida tupiniquim após mais de dois anos. A informação foi divulgada por Guilherme Cruz, jornalista do ‘MMA Fighting’. Rua não luta no Brasil desde a vitória sobre Gian Villante, no UFC Fortaleza, em 2017.

Saiba mais

Treinador de Adesanya afirma que pupilo pode desafiar Miocic entre os pesados: ‘Isso nunca foi feito’
Dillashaw diz que quer luta pelo título após suspensão: ‘Eu nunca o perdi. Ainda sou o campeão’
Após derrota em estreia, Raphael Bebezão tem luta marcada para o UFC Singapura

Após ter passado por um período difícil na carreira, entre 2012 e 2014, o curitibano Shogun recuperou a boa fase e enfrenta Alvey, que vem de três derrotas consecutivas. Maurício, que já foi campeão do extinto PRIDE e ostentou o cinturão, que hoje pertence a Jon Jones tenta reaver a boa colocação entre os meio-pesados.

Em seus últimos cinco confrontos, Rua conquistou quatro resultados positivos. No último, em dezembro do ano passado, quando atuou no duelo contra Tyson Pedro, o brasileiro, após passar por momentos difíceis no combate, mostrou que ainda tem a força que o tornou famoso e aplicou um nocaute fulminante em seu adversário.

Oponente de Shogun, Sam tenta manter seu contrato com a companhia após uma série de resultados negativos. O norte-americano, que estreou pela empresa em 2014, soma quatro derrotas em suas últimas oito apresentações; três delas para adversários brasileiros (Klidson Abreu, Rogério Minotouro e Thales Leites). A última vez em que Alvey teve o braço erguido após uma peleja foi em junho do ano passado, quando o atleta bateu Gian Villante na decisão dividida dos juízes.

Atualmente, Maurício figura na 15ª colocação no ranking dos meio-médios, que, recentemente recebeu dois ‘reforços’ de peso vindos da divisão de baixo. Ronaldo Jacaré, ex-campeão do Strikeforce e responsável pelo protagonismo do mesmo evento em que Shogun participará, optou por buscar novos ares e tentar um lugar ao sol na divisão reinada por Jones.

Em caso de vitória, Rua poderá voltar a atuar, no futuro, contra um oponente melhor ranqueado dentro da organização e, quem sabe, voltar a sonhar em uma nova disputa pelo título, perdido em 2011.

Aos 37 anos, Maurício, hoje, tem 37 lutas na carreira, com 26 triunfos e 11 derrotas.

Sam, de 33, já atuou em 46 oportunidades, somando 33 vitórias e 13 reveses.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário