Com vontade de lutar pelos pesados, Johnson pode mudar de ideia para enfrentar Jones

Ex-desafiante ao um dos títulos do Ultimate, norte-americano reafirma desejo de encarar Jon, contra quem quase lutou em 2015

J. Jones (esq.) e A. Johnson (dir.) simulam briga e levam Dana White ao desespero. Foto: Reprodução/Twitter

O retorno de Anthony Johnson para o MMA mexeu com o imaginário de muitos entusiastas no esporte, ainda mais com a possibilidade de o norte-americano figurar entre os peso pesados (até 120,2kg.). Em entrevistas recentes, o atleta, inclusive, afirmou o desejo de enfrentar a fera, Francis Ngannou. No entanto, em sua última declaração, o combatente voltou a demonstrar a vontade de encarar Jon Jones, ex-rival e atual dono do título dos meio-pesados (até 93kg,), sua antiga categoria. A informação foi dada em entrevista ao ‘Below the Belt’.

Saiba mais

Após bater Waterson, Jędrzejczyk publica imagem no hospital e mostra inchaço no pé: ‘Muito feliz!’
Cormier se manifesta sobre aposentadoria de Velasquez: ‘É um dia triste’
Com luta em dezembro, Amanda Nunes afirma: ‘Sou a maior lutadora do UFC’

“Nós vamos fazer isso se eu conseguir abaixar meu peso o suficiente. Nós vamos lutar entre os meio-pesados. Essa era uma luta que eu queria. Acho que Jon queria essa luta também, antes de tudo acontecer”, declarou o norte-americano.

Johnson se refere ao período em que Jones se envolveu em confusões fora do MMA. O lutador foi acusado de uso de cocaína e teve problemas de infração nas leis de trânsito. As imprudências de ‘Bones’ acabaram por resultar a destituição do atleta ao título da empresa.

“Aquela situação, que está resolvida, está no passado. Quando nos encontramos, não há rivalidade. Nós mostramos carinho um pelo outro. Mas essa era uma luta. Foi para isso que eu havia subido para os meio-pesados”, afirmou Anthony.

Anthony e Jon estavam escalados para lutar no UFC 187. Após os seguidos equívocos do campeão, o atleta acabou retirado do card e deu lugar a Daniel Cormier, que enfrentou Johnson na disputa pelo cinturão da categoria.

Atualmente, ‘Bones’ se recuperou dos erros do passado e conseguiu assumir a condição de um dos homens mais perigosos do mundo. Como anteriormente, o lutador segue imbatível e a empresa encontra dificuldades para achar combatentes que possam fazer frente ao talento do norte-americano. O retorno de Johnson ao esporte pode, no entanto, fazer com o que a empresa queira, enfim, editar o combate nunca realizado entre os compatriotas.

Anthony, porém, não quer antecipar as coisas. O atleta, que está apostado desde 2017, precisa entrar em forma e garantir que conseguiria chegar ao limite dos meio-pesados. Assim, mostrar à empresa que tem condições de encarar ‘Bones’.

“Vou esperar até que eu consiga perder mais cerca de 4,5kg, para chegar a 106kg. Eu quero ver como o meu corpo reage e se ele se sente bem. Aí, eu vou tentar chegar aos 93kg.  Por quê? Porque, quem está me esperando nos 93kg.”, questionou o gigante.

Em sua carreira no Ultimate, Johson realizou oito lutas pelos meio-pesados e saiu derrotado em apenas duas. Ambas para Daniel Cormier (2015 e 2017).

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário