Dana White deseja sorte a Velasquez no WWE: ‘Espero que faça muito dinheiro’

Presidente do UFC não poupa elogios ao ex-campeão, que recentemente anunciou sua aposentadoria do MMA

C. Velasquez (foto) atuando na luta livre. Foto: Reprodução/Instagram @officialcainvelasquez

O ex-campeão dos pesados (até 120,2kg.), Cain Velasquez, pegou muitas pessoas de surpresa ao anunciar sua aposentadoria do MMA aos 37 anos. Contratado recentemente pelo WWE (World Wrestling Entertainment), uma das maiores empresas de luta livre do mundo, o atleta, agora, respira novos ares. Em apoio ao novo desafio do norte-americano, Dana White, presidente do Ultimate, rasgou elogios ao seu ex-funcionário e desejou sorte na nova jornada. A declaração foi feita em coletiva após o UFC Boston.

Saiba mais

Anthony Pettis e Donald Cerrone têm acordo verbal para nova luta, diz treinador
Cigano contrai infecção bacteriana e está fora do UFC Moscou, diz site
Cormier se diz impressionado com Dominick Reyes: ‘É um garoto incrível’

“Estou muito feliz por ele. Estou feliz pela sua família. Espero que ele se dê bem assim como Ronda (Rousey) se deu e faça muito dinheiro. Espero que os fãs de lá (WWE) o amem”, declarou o chefão.

Dana, que é conhecido por, às vezes, se desentender com alguns atletas, principalmente relacionado às condições financeiras, falou de Cain com afeto. Segundo o mandatário, não há reclamações sobre o trajeto de Velasquez dentro do esporte que possam manchar a imagem do combatente junto ao MMA.

“Cain teve algumas duras lesões que aconteceram. O cara tem sido um atleta profissional por um longo tempo. Um atleta de faculdade. Ele é um cara extremamente legal. Quando se percebe que está chegando ao fim da carreira e você pensa no que vai fazer depois, é sempre muito difícil para esses caras descobrirem o que farão. ‘Onde eu me encaixo? O que eu faço?’”, disse Dana.

White também se mostrou impressionado ao relatar que assistiu a uma performance do ex-campeão em sua estreia pela luta livre. O presidente percebeu que o atleta se saiu bem em sua apresentação e acredita em um futuro próspero dentro do novo esporte.

“Sempre me perguntei onde Cain iria fazer seu Wrestling. Ele tem tido problemas com seu corpo no MMA e aí eu o assisti na luta livre e eu vi que aquilo era incrível. Isso é ótimo”, declarou.

Em 15 apresentações de Velasquez pelo UFC, Dana teve o privilégio de colocar o cinturão em Cain em quatro oportunidades. Uma, quando bateu Brock Lesnar e se tornou campeão pela primeira vez do Ultimate, em 2010; a segunda, quando recuperou o título em revanche sobre Júnior Cigano, em 2012 e outras duas em suas defesas do posto de número um, contra Antônio Pezão (2013) e, novamente, em encontro contra Cigano (2013).

Velasquez se retira do esporte com 17 lutas, 14 vitórias e três derrotas em seu cartel profissional.

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário