Cotado para substituir Cigano, Ngannou escreve: ‘UFC Moscou em 18 dias?’

Peso pesado faz publicação em rede social e pode ser o nome para salvar a luta principal do evento, que acontece em 9 de novembro, contra Alexander Volkov

F. Ngannou (foto) pode substituir J. Cigano no UFC Moscou. Foto: Reprodução/Instagram @francisngannou

O UFC Moscou teve uma baixa de peso. Após o ‘RT Sports’ afirmar que Júnior Cigano está fora da luta principal do evento por ter contraído uma infecção bacteriana, a diretoria do Ultimate precisa agir rápido, caso queira manter Alexander Volkov na luta principal do card. Nos bastidores circula a informação de que Francis Ngannou pode ser o atleta escalado para encarar o lutador da casa e, nesta terça-feira (22), o combate publicou em sua conta no Twitter uma mensagem enigmática que pode significar que o atleta pode aceitar o desafio de última hora.

Saiba mais

Weidman manda recado a críticos: ‘Podem rir, mas ainda posso ser campeão’
Dana White deseja sorte a Velasquez no WWE: ‘Espero que faça muito dinheiro’
Anthony Pettis e Donald Cerrone têm acordo verbal para nova luta, diz treinador

UFC Moscou em 18 dias?”, escreveu Francis.

Não é de hoje que o franco-camaronês vem pedindo uma nova luta para o UFC. O atleta, que tem atropelado adversários em seus últimos compromissos tem mostrado a vontade de permanecer ativo na divisão até que a situação entre Stipe Miocic, atual campeão e Daniel Cormier, ex, resolvam suas pendências.

Forte candidato a disputar o cinturão da categoria no futuro, Ngannou vem de uma grande vitória sobre o próprio Júnior Cigano. O encontro com o brasileiro aconteceu em junho deste ano, quando trocaram forças no UFC Minneapolis. Na ocasião, Francis não tomou conhecimento do catarinense e precisou de menos de dois minutos para liquidar a fatura em um nocaute brutal sobre o adversário.

O triunfo sobre Cigano marcou a terceira vitória seguida de Ngannou na organização e o colocou na linha de frente para enfrentar o campeão da categoria, que, agora é Stipe Miocic. Porém, após Cormier desistir da ideia de se aposentar e aceitar realizar uma terceira apresentação contra o norte-americano, os planos do franco-camaronês de lutar pela cinta foram adiados.

Ngannou chegou a disputar o título dos pesados (até 120,2kg.) em janeiro de 2018. No entanto, acabou não conseguindo impor sua estratégia e acabou dominado por três rounds por Stipe, o que resultou na derrota na decisão unânime dos juízes.

Caso aceite enfrentar Volkov, sétimo do ranking, Francis realizará sua terceira luta em 2019. Em fevereiro, o franco-camaronês também conquistou uma grande vitória ao impor um nocaute brutal em Cain Velasquez, considerado por muitos um dos melhores pesados da história da companhia.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário