Greg Hardy aceita desafio de encarar Alexander Volkov no UFC Moscou, diz site

Norte-americano passa à frente de Francis Ngannou e substitui Júnior Cigano no card russo; atleta atuou há menos de quatro dias, no evento de Boston

G. Hardy pode atuar no UFC Moscou. Foto: Reprodução/Instagram @greghardyjr

Após a notícia de que Júnior Cigano estaria fora do UFC Moscou, que acontece em 9 de novembro, na Rússica, o Ultimate teve de correr contra o tempo para encontrar um adversário que possa fazer frente a Alexander Volkov no card. O nome de Francis Ngannou chegou a ser especulado, mas, ao que tudo indica, Greg Hardy será o homem escolhido para não deixar cair uma das principais atrações da noite. A informação foi divulgada por Brett Okamoto, jornalista da ‘ESPN’, em sua conta oficial no Twitter.

Veja Também

José Aldo rebate provocação de Henry Cejudo: ‘Só quero que ele assine o contrato!’
Cotado para substituir Cigano, Ngannou escreve: ‘UFC Moscou em 18 dias?’
Weidman manda recado a críticos: ‘Podem rir, mas ainda posso ser campeão’

“Quando Greg Hardy vai dar um passo à frente na competição? A resposta é 9 de novembro, quando ele concordou em substituir Júnior dos Santos (Cigano) contra Alexander Volkov, em Moscou. Segundo o agente de Hardy, Malki Kawa, isso foi a seu pedido. Mais notícias em breve”, publicou Brett.

A notícia pega muitos de surpresa, já que Hardy realizou sua última luta há menos de quatro dias, quando atuou no UFC Boston e enfrentou o Ben Sosoli. Em um primeiro momento, Hardy saiu vencedor do combate na decisão unânime dos juízes. No entanto, o peso pesado (até 120,2kg.) foi flagrado pelas câmeras fazendo o uso de um inalador (‘bombinha de asma’) no intervalo entre o segundo e terceiro round. A ação é proibida pela comissão atlética e o atleta teve sua vitória revertida para ‘luta sem resultado’.

Como não sofreu grandes danos no duelo contra Ben, o ex-atleta da NFL (National Football League) dependeria apenas da liberação dos médicos para que pudesse realizar o confronto em solo russo.

Recentemente, Hardy fez declarações sobre sua vontade de se tornar campeão da divisão no futuro. Em sua fala, o atleta afirmou que nocautearia grandes nomes da divisão, como Derrick Lewis, Francis Ngannou e o campeão, Stipe Miocic.

Como está no início de sua carreira, o norte-americano ainda tem sido testado contra oponentes não ranqueados e um combate contra Alexander, atualmente na sétima colocação no ranking da divisão, poderia ser o salto que o atleta precisa para entrar de vez no radar da empresa como um possível desafiante no futuro.

Atualmente com 31 anos, Greg já realizou sete lutas desde que estreou no MMA profissional, em junho do ano passado. Pelo Ultimate, o atleta, só em 2019, já fez quatro lutas. Caso o UFC confirme o norte-americano como adversário de Volkov, esta será a quinta apresentação do lutador em um ano.

Alexander, 30, tenta apagar a derrota sofrida para Derrick Lewis, em outubro do ano passado. O revés interrompeu uma sequência de seis triunfos consecutivos do russo.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments