Sam Alvey quebra mão em treinamento e está fora de luta contra Shogun no UFC São Paulo

Norte-americano travaria a luta co-principal no evento da capital paulista em 16 de novembro; brasileiro espera por novo adversário

S. Alvey exibe radiografia com fratura na mão. Foto: Reprodução/Instagram @smilensam

Uma notícia preocupou os fãs interessados a prestigiar Maurício Shogun em mais uma apresentação no Brasil. Recentemente, o norte-americano Sam Alvey revelou que quebrou a mão e acabou obrigado a deixar o card em que trocaria forças com o brasileiro, no UFC São Paulo, em 16 de novembro. O atleta usou sua conta no Instagram para confirmar a lesão, mostrando uma radiografia, e se desculpar com o curitibano.

Veja Também

Gabriel ‘Vem Tranquilo’ é finalizado em estreia como lutador profissional
VÍDEO: Assista à vitória de Douglas Lima sobre Rory MacDonald no Belaltor 232
Douglas Lima vence revanche contra Rory MacDonald, reconquista cinturão do Bellator e fatura prêmio de R$ 4 milhões

“Peço desculpas a Maurício Shogun e ao UFC. Eu quebrei a minha mão e precisei deixar minha luta em 16 de novembro. Foi um acidente ocorrido no treinamento que me tirou do combate. Meus planos e os dele nem sempre estão alinhados, mas os planos dele são sempre melhores”, escreveu Alvey se referindo a Deus.

Mesmo com a informação, Maurício ainda está mantido no card. A diretoria, agora, corre contra o tempo para encontrar um adversário que aceite topar um desafio com pouco mais de duas semanas de antecedência e queira trocar forças contra um dos maiores representantes do esporte no Brasil.

Caso Shogun seja mantido no card, esta será a sexta apresentação do brasileiro em território tupiniquim em suas últimas oito apresentações. A presença de Shogun em cards brasileiros tem se tornado uma espécie de tradição, já que o combatente é conhecido por ser um dos responsáveis por elevar o nome do esporte a nível mundial.

Ex-campeão meio-pesado (até 93kg.), Maurício, hoje, está na 13ª posição no ranking da categoria. Shogun tenta, aos 37 anos, retomar a fase de conquistas em sua carreira. O atleta passou por momentos difíceis na organização, mas parece ter reencontrado o caminho das vitórias.

Ao todo, o combatente já realizou 34 lutas, com 24 vitórias e 10 derrotas.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments