Corey Anderson se desculpa com Walker por provocação após vitória: ‘Esse não é meu jeito’

Norte-americano afirma que foi tomado por emoção depois de partir para cima do brasileiro no triunfo

C. Anderson se desculpa com J. Walker. Foto: Reprodução / Facebook @ufc

O encontro entre Corey Anderson e Johnny Walker na última luta do card preliminar do UFC 244, neste sábado (2), em Nova York, era considerado um duelo importante para a divisão dos meio-pesados (até 93kg.). Porém, para o norte-americano, vencer era uma questão de orgulho. Após aplicar um nocaute brutal no brasileiro no primeiro round, Corey se mostrou extremamente irritado e vibrou de forma exagerada, para algumas pessoas. Após a atitude, Anderson fez questão de se desculpar com Walker em publicação na sua conta no Twitter.

Veja Também

Em verdadeira guerra, Masvidal derrota Diaz e conquista o cinturão de ‘Filho da Mãe mais Duro’ no UFC 244
Vicente Luque mostra raça, mas perde para Stephen Thompson no UFC 244
Corey Anderson não toma conhecimento de Johnny Walker e aplica nocaute brutal no brasileiro no UFC 244

“Quero pedir desculpas ao Johnny Walker, seus fãs, amigos, família e aos meus alunos pela forma como me comportei. Isso não foi ação que me representa como pessoa. Eu fui ensinado a ser um bom atleta. Esse não é o meu jeito. As emoções tomaram conta de mim”, escreveu o lutador.

O conjunto de ações ocorreram após a grande promoção do evento sobre o novo xodó brasileiro. Cotado como favorito para muitos especialistas no esporte, Walker era uma estrela em construção no evento, o que feriu visivelmente o brio do norte-americano.

Durante a semana, Johnny havia declarado que ‘pegaria leve’ com o rival, a fim de mostrar para seu público suas armas durante três rounds de combate. O atleta havia disputado três lutas pelo Ultimate e vencido todas em tempo relâmpago.

Quando subiu ao octógono para enfrentar o brasileiro, a motivação de Corey estava em alta. Logo nos momentos iniciais, o norte-americano fez Walker sentir o peso de sua mão, o que acuou o atleta e fez com que Anderson partisse para cima e finalizasse a fatura.

Após a interrupção do árbitro e o nocaute cravado, Corey permaneceu indo para cima do adversário, provocando e ironizando a derrota do adversário. O norte-americano precisou ser contido para diminuir suas ações.

Visivelmente emocionado, Johnny apenas sorriu, mas não parece ter se abalado com as provocações do adversário.

O duelo marcou a primeira derrota de Walker pelo UFC, enquanto Corey se colocou na linha de frente, juntamente com Dominick Reyes, para enfrentar o inquestionável Jon Jones.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments