Vicente Luque mostra raça, mas perde para Stephen Thompson no UFC 244

Brasileiro começa bem, no entanto, experiência do norte-americano fala mais alto e garante vitória no UFC 244

S. Thompson (foto) derrota V. Luque no UFC 244. Foto: Reprodução Facebook UFC)

O brasileiro Vicente Luque e o norte-americano Stephen Thompson deram um verdadeiro espetáculo no UFC 244, realizado neste sábado (2), em Nova York. Com três rounds de muita ação, o público vibrou com a batalha travada entre os dois combatentes. Ao fim do confronto, os juízes deram a vitória a Thompson por unanimidade.

Veja Também

Em verdadeira guerra, Masvidal derrota Diaz e conquista o cinturão de ‘Filho da Mãe mais Duro’ no UFC 244
VÍDEO: Assista a vitória de Jorge Masvidal sobre Nate Diaz no UFC 244
Corey Anderson não toma conhecimento de Johnny Walker e aplica nocaute brutal no brasileiro no UFC 244
Vídeo: Assista o nocaute sofrido por Johnny Walker no UFC 244
Em luta equilibrada, Jennifer Maia é derrotada por Katlyn Chookagian no UFC 244

O encontro contra Stephen havia sido um pedido pessoal de Luque, depois que o brasileiro bateu Mike Perry no UFC Uruguai. Em boa fase na carreira, o brasiliense quis encarar um atleta de elite da categoria e teve o pedido atendido.

No duelo, Vicente mostrou a disposição e raça de sempre, mas não foi suficiente para bater a experiência do norte-americano, que conseguiu anular as ações de Luque na maior parte do combate. Com o contra-ataque afiado, o Thompson esteve próximo do nocaute por duas vezes no confronto.

O revés para o norte-americano interrompeu uma sequência de seis triunfos consecutivos do brasiliense. Com isso, Vicente terá de esperar um pouco para voltar a subir para a zona da frente da categoria, que hoje é dominada por Kamaru Usman.

Para Stephen, o triunfo sobre Luque fez com que o atleta se recuperasse de dois reveses consecutivos e coloca fim em uma fase delicada do ex-desafiante ao título da divisão na carreira. Nos últimos cinco compromissos, o norte-americano havia vencido em apenas uma ocasião.

A luta

O brasileiro tomou a iniciativa do combate aplicando dois chutes baixos em Thompson. O norte-americano imediatamente respondeu com a mesma ação. Stephen começou o combate apostando no contra-ataque, trocando de base e tentando atrair Vicente para a sua zona de ação. Luque continuava apostando no chute baixo para afastar o adversário, mas Thompson seguia perigoso nos golpes de resposta. O combate seguia tenso, com os dois lutadores aguardando o melhor momento para soltar golpes incisivos. O brasiliense seguia tentando encurralar o oponente nas grades e, em uma sequência de socos, fez o rival sentir. Vicente seguia caminhando para frente sem se intimidar com Stephen. Nos segundos finais, o norte-americano cresceu no combate, mas não havia mais tempo.

Thompson começou o segundo round logo desferindo um chute rodado na linha de cintura de Luque. Seguro no contra-ataque, o norte-americano começava a atingir com maior frequência o brasileiro com jabs e diretos, que começavam a magoar o rosto do brasiliense. Vicente, porém, mostrava resistência e continuava perseguindo o oponente pelo octógono. Passados dois minutos, Thompson continuou agredindo o brasileiro, que sentiu e começou a se proteger da pressão do norte-americano. Mesmo em desvantagem, Luque seguia atacando e o combate ficava perigoso para os dois. No minuto final, o rosto de Vicente já apresentava um sangramento considerável. Stephen continuava pressionando o atleta tupiniquim, que sentia, mas não desistia.

Para o último assalto, Luque precisava se recuperar do prejuízo sofrido no assalto interior. No momento que Vicente tentou soltar um direto, Thompson disparou um outro direto de encontro, que tocou o brasileiro e o levou ao chão. O norte-americano tentou continuar golpeando Luque, mas o atleta se defendeu bem a ponto de Stephen se afastar e permitir que o tupiniquim se levantasse. Mais confortável no combate, o Thompson começava a se soltar no duelo e conectava golpes contundentes com frequência no corpo de Vicente. Perdendo o duelo, Vicente mostrava muito coração e continuava tentando conectar sequências de golpes no rival. No minuto final, Stephen acertou um novo direto, que novamente abalou o brasileiro. Visivelmente desnorteado, Luque tentava se recuperar, mas já não tinha tanta força para seguir no combate com eficiência.

Em luta morna, Derrick Lewis vence Blagoy Ivanov na decisão dividida

D. Lewis sai vitorioso por pontos no UFC 244. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

O duelo entre os pesados Derrick Lewis e Blagoy Ivanov não acabou com nocaute como muitos imaginavam. No encontro entre dois atletas com grande poder de nocaute, os combatentes apostaram muito na luta agarrada e, após três rounds de uma peleja equilibrada, a decisão foi para o norte-americano na decisão dividida.

O triunfo marcou o reencontro de Lewis com as vitórias. O gigante vinha de duas derrotas consecutivas dentro da divisão.

Os atletas começaram o combate se estudando bastante. Com um minuto de disputa, nenhum golpe havia sido desferido pelos atletas. Quando Lewis foi arriscar um chute na linha de cintura de Ivanov, o búlgaro agarrou as pernas de Derrick e levou o combate para o chão. Quando Blagoy tentou uma finalização, Lewis explodiu e conseguiu se levantar. Em seguida, partiu para cima do rival na trocação franca. Como poucos esperavam, o duelo estava sendo disputado na luta agarrada e os gigantes trocavam poucos golpes efetivos.

No segundo round, os pesados voltaram a arriscar a luta agarrada. Após uma distração do rival, Derrick partiu para cima de Blagoy, desferindo uma ótima sequência de golpes, que balançaram o búlgaro. Lewis, porém, parece ter se cansado e foi levado para o chão pelo rival. Novamente, o norte-americano quase sofreu uma finalização, mas, de novo, explodiu e conseguiu se levantar. No minuto final, Derrick voltou a partir para cima do adversário, que tentava se defender como podia e absorvia os ataques do gigante.

Os dois lutadores voltaram para o último assalto visivelmente mais desgastados. Economizando energia, os atletas soltaram poucos golpes no minuto inicial. Sem muita ação, os atletas ficaram agarrados próximos à grade e o público começou a se manifestar negativamente. Após se afastarem, Derrick voltou a partir para cima de Ivanov com uma sequência de socos, mas os golpes passaram no vazio. Blagoy, então, tentou travar as ações de Lewis, pressionando o adversário contra a grade. Nos segundos finais, Derrick partiu para a trocação franca e chegou a atingir seu oponente, mas não havia mais tempo.

Resultados do UFC 244

CARD PRINCIPAL

Peso meio-médio (até 77kg): Jorge Masvidal  derrotou Nate Diaz por nocaute técnico (interrupção médica) a 5m do R3

Peso médio (até 83,9kg): Darren Till derrotou Kelvin Gastelum na decisão dividida dos juízes (30-27, 27-30, 29-28)

Peso meio-médio (até 77kg): Stephen Thompson derrotou Vicente Luque na decisão unânime dos juízes (30-26,30-26, 29-27)

Peso pesado (até 120,2kg): Derrick Lewis derrotou Blagoy Ivanov na decisão dividida dos juízes (30-27 28-29 29-28)

Peso leve (até 70,3kg): Kevin Lee derrotou Gregor Gillespie por nocaute a 2m47 do R1

CARD PRELIMINAR

Peso meio-pesado (até 93kg): Corey Anderson derrotou Johnny Walker por nocaute a 2m07s do R1

Peso pena (até 65,7kg): Shane Burgos derrotou Makwan Amirkhani por nocaute a 4m32s do R3.

Peso médio (até 83,9kg): Edmen Shahbazyan derrotou Brad Tavares por nocaute a 2m27s do R1.

Peso pesado (até 120,2kg): Jairzinho Rozenstruik derrotou Andrei Arlovski por nocaute a 29s do R1.

Peso mosca (até 56,7kg): Katlyn Chookagian derrotou Jennifer Maia na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso meio-médio (até 77kg): Lyman Good derrotou Chance Rencountre por nocaute a 2m03s do R3

Peso pena (até 65,7kg): Hakeem Dawodu derrotou Julio Arce na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

 

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments