Caso vença no UFC São Paulo, Do Bronx tem três adversários em vista para subir ainda mais nos leves

Brasileiro, que enfrenta Jared Gordon neste final de semana, quer triunfo para chegar de vez no topo da categoria dominada por Khabib Nurmagomedov

C. Do Bronx projeta futuros adversários, caso vença no UFC São Paulo. Foto: VH Gonzaga

Em grande fase na carreira e vindo de cinco vitórias consecutivas, Charles do Bronx quer mais um triunfo neste sábado (16), quando enfrenta Jared Gordon, para poder pedir ao Ultimate a chance de atuar contra um rival a elite da categoria dos leves (até 70,3kg.). Com atuações incontestáveis em suas últimas apresentações, o combatente, apesar de não revelar os nomes, contou, em entrevista ao SUPER LUTAS/MMA PRESS, na manhã desta quinta-feira (16), que já tem os nomes escolhidos como próximos rivais, em caso de vitória neste final de semana.

Veja Também

Jacaré se espelha em histórico no jiu-jitsu para triunfar na nova divisão: ‘Sempre lutei bem com os mais pesados’
Serginho Moraes aposta no jiu-jitsu para reencontrar o caminho das vitórias no UFC São Paulo
Masvidal dispara contra McGregor: ‘Desde que bati Nate, ele não deu um pio’

“Na verdade, nós estamos 100% treinados em cima do que ele sabe fazer de melhor. Está escrito, nas mãos de Deus. Depois, vencendo ele, a gente vai dar três nomes lá em cima (octógono) e espero que o UFC me mande um desses três nomes. São três caras ranqueados. Não posso falar agora, porque agora é o Jared Gordon. Vamos vencê-lo primeiro”, afirmou o paulista.

Para este final de semana, Charles está praticamente em casa. Nascido no Guarujá (SP), o combatente, terá, além da torcida brasileira a favor, um incentivo especial.

“Estou 100% feliz. Minha família está aqui para me assistir, os fãs. A favela inteira desceu e temos muito o que fazer”, contou o paulistano.

Mesmo com o público torcendo pelo seu sucesso, o brasileiro, porém, afirmou que não se deixa levar pelas emoções com relação aos espectadores. Segundo o combatente, não há tanta diferença em atuar fora ou dentro do Brasil.

“Eu luto em qualquer lugar do mundo. Eu estou sempre muito focado. Não importa contra quem vai ser. Não importa se eu seja vaiado. Eu já entrei (no octógono) várias vezes sendo vaiado e eu não ligo. Eu sei que lá vai estar só eu e ele e já está tudo escrito. Mas, lutar em São Paulo, é diferente”, afirmou.

Perguntado se viria mais uma finalização, Charles preferiu não optar. Para o brasileiro, o importante é o resultado positivo após o confronto.

“Eu quero é vencer. Se vier a finalização, perfeito. Também pode ser um nocaute. Estou 100% pronto em tudo”, finalizou o lutador.

Aos 30 anos, Do Bronx, hoje, é o detentor do recorde de finalizações dentro do Ultimate. Até o momento, o combatente já venceu 13 combates pela organização fazendo o uso da ‘arte suave’. Ao todo, Charles, hoje, soma 27 triunfos e oito reveses desde que se tornou profissional no MMA

Gordon chega ao Brasil para tentar sua segunda vitória consecutiva. O norte-americano vem de vitória sobre Dan Moret em combate ocorrido no UFC Minneapolis, em junho deste ano. Jared soma 15 triunfos e três derrotas na carreira.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments