Veronica Macedo passa mal e adversária de Ariane Lipski é alterada pela segunda vez no UFC São Paulo

Brasileira tem rival alterada restando pouco mais de um dia para a realizado neste sábado; Isabela de Pádua será a responsável por encarar a curitibana

A. Lipski tem adversária alterada pela segunda vez no UFC São Paulo. Foto:Reprodução/Facebook ArianeLipski

A presença de Ariane Lipski no UFC São Paulo tem sido uma verdadeira novela. A curitibana, que deveria enfrentar a compatriota, Priscila Pedrita em um primeiro momento, teve sua oponente alterada após a brasileira testar positivo para uma substância proibida em um exame antidoping. O Ultimate agiu rápido e escalou Veronica Macedo para encarar Lipski. A situação mudou novamente após a rival de Ariane passar mal nesta madrugada e ser e ser retirada do card. Próximo à meia noite, a diretoria, novamente, tentou um novo nome e chegaram à Isabela de Pádua, que topou a disputa.

Veja Também

Vanessa Melo e adversária falham no corte de para o UFC São Paulo, mas luta é mantida
Vídeo: Assista à pesagem do UFC São Paulo, com Shogun, Jacaré e Do Bronx. AO VIVO!
Warley Alves e Massaranduba são favoritos, mas Renan Barão é azarão no card preliminar do UFC São Paulo

Correndo contra o tempo, o UFC precisaria encontrar uma oponente capaz de fazer frente à curitibana, que, apesar de ainda não ter vencido no Ultimate em dois combates realizados, é famosa pela força física e capacidade de nocaute.

Pádua é nascida em campinas e é atleta da Team Nikolai MMA. A combatente tem seis lutas como profissional e atuou pela última vez em outubro deste ano, quando derrotou a compatriota Rayanne Amanda por nocaute.

Lipski chegou realizou sua estreia no Ultimate em janeiro deste ano. Contratada como promessa da divisão das moscas (até 56,7kg.), Ariane ainda não conseguiu vencer, tendo disputado dois combates; o último, em junho.

Isabela falha na pesagem

A luta entre Lipski e Pádua ainda não está 100% confirmada. Chamada de última hora, Isabela não conseguiu chegar ao peso limite da divisão, mas Ariane topou o desafio e se garantiu na segunda luta do card preliminar do UFC São Paulo.

Ariane, hoje, tem um cartel de 16 lutas, 11 vitórias e cinco derrotas. Quando chegou ao Ultimate, Lipsiki sustentava uma sequência de nove vitórias consecutivas.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments