McGregor enfrenta Cerrone na luta principal do UFC 246, em janeiro

Irlandês tem pedido atendido e volta ao octógono no início de 2020, após mais de um ano afastado

D. Cerrone (dir.) se enfrentarão em janeiro de 2020. Foto: Montagem/SL MMA Press

O ex-campeão dos penas (até 65,7kg.) e leves (até 70,3kg.), Conor McGregor pediu e o Ultimate atendeu. Após confirmar, no último mês, seu retorno aos octógonos no dia 18 de janeiro, antes mesmo da empresa divulgar o embate, tudo parece estar certo para a volta do notório ao octógono. O irlandês vai enfrentar Donald Cerrone na luta principal do UFC 246, em Las Vegas (EUA). A informação foi divulgada por Dana White, presidente da companhia, em entrevista à ‘ESPN’.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Conor (McGregor) assinou e (Donald) Cerrone está pronto”, disse o chefão.

A informação coloca fim em uma longa novela sobre o retorno do astro ao MMA, que durou mais de um ano, desde que o irlandês foi batido por Khabib Nurmagomedov na luta principal do UFC 229, em outubro do ano passado. Na ocasião, o ‘Notório’ tentava recuperar sua cinta, perdida em função da inatividade dentro da companhia.

PUBLICIDADE:

Foram meses de especulações e nomes de possíveis oponentes que pudessem fazer frente à antiga maior atração do Ultimate. Entre atletas como Frankie Edgar, José Aldo, Tony Ferguson e o próprio Khabib, o veterano e carismático Donald Cerrone foi o lutador que ganhou a ‘bolada’.

Mesmo sem o prestígio de anos atrás, Conor ainda foi capaz de fazer com que o Ultimate o escalasse para encabeçar um card numerado – que, na maioria das vezes, apresenta uma disputa de cinturão. Contra Cerrone, o lutador buscará o caminho das vitórias dentro da empresa, algo que não acontece desde 2016.

PUBLICIDADE:

Embora venha de derrota na carreira, McGregor, ao longo dos anos, mudou os rumos das promoções de lutas no UFC e garantiu seu nome como um dos maiores representantes da história do esporte. Com 25 lutas na carreira como profissional, o irlandês, hoje, soma 21 triunfos e quatro derrotas.

PUBLICIDADE:

Cerrone, por sua vez, tem mais que o dobro de apresentações de seu próximo rival. O norte-americano chega ao desafio para apagar duas derrotas em seguida, algo que não acontecia desde 2017.

 

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276



Comentários

Deixe um comentário