Miesha elege ‘Leoa’ como melhor lutadora da história: ‘Soca como uma tonelada de tijolos’

Destronada por Amanda Nunes em 2016, norte-americana elogia capacidade técnica de brasileira nos últimos anos

M. Tate (esq.) e A. Nunes (dir.) em encarada em 2016. Foto: Reprodução/Instagram @mieshatate

A cada vitória, Amanda Nunes vem cumprindo a premissa de colocar seu nome como a maior lutadora da história do MMA. Diante das últimas performances, uma atleta específica confirmou a afirmação ao eleger a baiana como a melhor combatente da história. Ex-campeã das galos (até 61,2kg.), Miesha Tate não poupou elogios e garantiu a pojucana no topo do esporte. A declaração foi feita em entrevista ao ‘MMA Junkie’.

Veja Também

Faber se preocupa com corte de peso de Aldo: ‘Não sei se é o melhor para o seu corpo’
Vídeo: Após vitória sobre Overeem, Rozenstruik é recebido como herói no Suriname
Masvidal tem pressa para nova luta: ‘Conor, Mayweather ou Nick. O que assinar mais rápido’

“Para mim, (a melhor de todos os tempos) é Amanda Nunes. Ela está em outro nível. Ela é super legítima. Soca como uma tonelada de tijolos”, afirmou a norte-americana.

Miesha apoia seu argumento baseada no retrospecto recente da brasileira, que vem vencendo adversárias de nível sem maiores dificuldades e cumprindo a meta de se manter no topo de duas categorias, algo nunca feito na história do MMA feminino.

“E é incrível o que ela tem sido capaz de fazer na divisão das galos e o que ela fez se testando na divisão dos penas. A maneira com que ela nocauteou (Cris) Cyborg foi surpreendente. Foi muito impressionante. Eu acho que, para mim, é uma escolha fácil”, cravou Tate.

A norte-americana pode falar com propriedade sobre a força da baiana. Afinal, foi de Tate que a ‘Leoa’ tomou o título e iniciou seu reinado, que já dura mais de três anos. Após o confronto contra Miesha, Amanda se apresentou em mais cinco oportunidades, vencendo, inclusive a ex-campeã e incontestável dentro do UFC, Ronda Rousey, além de chocar o mundo ao nocautear Cyborg, em dezembro do ano passado.

No currículo da pojucana também consta uma vitória sobre Holly Holm, que ficou mundialmente conhecida ao destronar ‘Rowdy’, em 2015.

Amanda Nunes volta a defender o título das galos neste sábado (14), contra Germaine de Randamie. No combate válido como uma das principais atrações do UFC 245, a brasileira tenta se aproximar do recorde de defesas de Ronda (7). Atualmente, a baiana soma quatro defesas.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments