Cejudo abandona cinturão dos moscas e Deiveson encara Benavidez por título vago, em fevereiro

'Triplo C' opta por se manter como número um apenas nos galos e permite que divisão continue se movimentando; brasileiro e norte-americano disputam por reinado

D. Figueiredo luta pelo título dos moscas em fevereiro. Foto: Reprodução/Instagram @daico_deusdaguerra

Após quase seis meses ostentando dois cinturões do Ultimate, o que parecia inevitável, aconteceu. Henry Cejudo abriu mão do título dos moscas (até 56,7kg.) e, agora, se dedicará apenas ao seu reinado na categoria dos galos (até 62,2kg.). Com a decisão, o brasileiro Deiveson Figueiredo foi escalado para enfrentar Joseph Benavidez pela cinta vaga em 29 de fevereiro na luta principal do UFC Norfolk, nos Estados Unidos. A informação foi divulgada pelo ‘BJPenn’ e confirmada pelo ‘Triplo C’ em entrevista ao ‘MMA Junkie’.

Veja Também

Weidman revela pedido de Dana para ‘apimentar’ promoção de primeira luta contra ‘Spider’, em 2013
Rafael dos Anjos quer revanche contra Covington em 2020: ‘É uma luta que me interessa’
 Wladimir Klitschko fala num possível retorno aos ringues

“Não tive o cinturão retirado. Eu estou abrindo mão dele. O “Triplo C” está fazendo isso em benefício desses que se intitulam reis da categoria”, confirmou o norte-americano.

Ao negociar o embate entre os candidatos a ‘reis’ da divisão, o Ultimate acabou encontrando no brasileiro Deiveson Figueiredo e Joseph Benavidez dois rivais em grande fase dentro da companhia. O ‘Deus da Guerra’, como é conhecido o paraense, aguarda uma oportunidade para lutar pelo cinturão desde sua estreia pela companhia, em 2017.

Com sete lutas pelo UFC e apenas um revés, não demorou muito para que Figueiredo despontasse como uma potencial promessa da categoria.

Com gabarito de campeão, Benavidez já soma uma disputa de título em seu currículo como atleta do Ultimate. O lutador acabou, em 2013, se tornando mais uma das vítimas do antigo dono do título, Demetrious Johnson. Na ocasião, o norte-americano acabou sendo derrotado pelo compatriota por nocaute logo no primeiro round.

Quase sete anos se passaram e, agora, 10 lutas depois, Joseph terá a oportunidade de mostrar que evoluiu e pode, de fato, ostentar uma cinta do UFC.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments