Rafael dos Anjos quer revanche contra Covington em 2020: ‘É uma luta que me interessa’

Após ver antigo algoz ser batido na disputa pelo cinturão dos meio-médios no UFC 245, brasileiro vê em luta contra norte-americano a oportunidade de se reerguer na carreira

R. dos Anjos (esq.) foi derrotado por decisão unânime para C. Covington (dir.). Foto: Reprodução / Facebook UFC

O brasileiro Rafael dos Anjos viu na derrota recente de Colby Covington para Kamaru Usman a oportunidade que precisava para pedir a aguardada revanche contra o norte-americano. Em fase complicada na carreira, o niteroiense revelou que gostaria de reeditar o combate realizado em 2018, quando foi batido pelo ‘falastrão’ na decisão unânime dos juízes em luta válida pelo título interino dos meio-médios (até 77kg.). Em entrevista ao ‘AgFight’, Rafael falou sobre o assunto.

Veja Também

Holloway elogia Volkanovski: ‘Agia como campeão antes de se tornar um’
Volkanovski confirma fratura na mão e passa por cirurgia para correção
Pedrita acata punição e é afastada por quatro meses após caso de doping

“Com certeza, é uma luta que me interessa”, disse Dos Anjos.

O brasileiro, no entanto, esbarra na grave lesão sofrida por Colby durante o combate contra Usman. Na ocasião, o norte-americano acabou sofrendo uma fratura na mandíbula e deverá ficar afastado do octógono por, pelo menos, seis meses.

O niteroiense mostrou solidariedade ao companheiro de profissão e afirmou que conhece bem o processo de recuperação para tal fatalidade. Dos Anjos passou por situação semelhante após o confronto contra Clay Guida, em 2010, pelo UFC 117. Após a fratura, que levou o brasileiro à derrota, Rafael ficou 11 meses sem subir no octógono.

Eu já tive essa lesão (na mandíbula) também. Não sei a gravidade, mas tem que ter muita cabeça para voltar. Espero que ele volte a lutar realmente e não se aposente, porque é uma lesão que eu já vi aposentar gente por aí. É algo que não desejo nem para o meu pior inimigo”, disse o brasileiro.

Atualmente, Rafael vive sua pior fase desde que estreou pelo Ultimate. O lutador vem de três derrotas em suas últimas quatro apresentações. Dois dos reveses aconteceram justamente para os últimos atletas que lutaram pelo cinturão no UFC 245 (Usman e Colby).

Para voltar aos holofotes da divisão, Dos Anjos, que atualmente ocupa a quinta posição no ranking e vem de derrota para Leon Edwards, precisa de um grande adversário e uma vitória incontestável para voltar a sonhar com uma disputa pelo cinturão.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments