Shevchenko sonha com terceira luta contra Amanda: ‘Ainda acho que venci’

Campeã incontestável das moscas, quirguistanesa revela desejo em reeditar confrontos contra brasileira, que vem se firmando como melhor lutadora da história

V. Shevchenko (esq.) em luta contra A. Nunes (dir.). Foto: Reprodução/Twitter @ufc_europe

A quirguistanesa, Valentina Shevchenko, até hoje é conhecida como a atleta que impôs maiores dificuldades ao reinado de Amanda Nunes, iniciado em 2016. Com luta em 2017, brasileira encontrou dificuldades para bater a desafiante e saiu vencedora na decisão dividida dos juízes. O resultado ainda hoje é contestado pela atual campeã das moscas (até 56,7kg.) e parte dos entusiastas de MMA. Em entrevista ao ‘Combate’, Valentina falou sobre a vontade de tentar encerrar a hegemonia da baiana.

Veja Também

Com pesagem tranquila, Frankie Edgar e Zumbi Coreano garantem luta principal do UFC Busan
Cejudo abandona cinturão dos moscas e Deiveson encara Benavidez por título vago, em fevereiro
Weidman revela pedido de Dana para ‘apimentar’ promoção de primeira luta contra ‘Spider’, em 2013

“Nós lutamos por cinco rounds, acho que eu fui a luta mais parelha que ela (Amanda) já teve, e ainda que venci. Nós temos a nossa história, lutamos duas vezes (uma, em 2016, e outra em 2017). A última luta especialmente, se tivesse acontecido quando eu já era campeã do peso mosca, certamente eu teria saído com o cinturão do peso galo (até 61,2kg.) também”, disse Shevchenko, que insistiu. “Duvido que hoje o resultado tivesse sido o mesmo, porque, naquela época, os juízes não tinham muito conhecimento sobre mim, e eles favoreceram Amanda porque ela era a campeã. Mas a nossa terceira luta já foi promovida, é algo que os fãs querem ver. É algo que não depende só de mim e nem dela. É algo que vai acontecer um dia, e eu vou estar pronta”, afirmou Valentina.

A quirguistanesa definitivamente se encontrou no esporte após optar por atuar na divisão das moscas. Na categoria de baixo, a lutadora tem se destacado por atuações convincentes e promovido verdadeiros espetáculos em suas defesas de cinturão.

A cada vitória, Valentina tem se mostrado como uma atleta que possa vir a promover um grande espetáculo em uma nova batalha contra Nunes, que tem vencido todas as rivais colocadas à sua frente.

Shevchenko, no entanto, garante que, no momento, não pensa em Nunes. A campeã das moscas está focada em sua mais nova luta, quando a quirguistanesa trocaa forças contra Katlyn Chookagian em uma das lutas principais do UFC 247, que acontece em 8 de fevereiro, nos Estados Unidos.

“Não sei quando essa terceira luta com a Amanda aconteceria, porque agora estou focada na minha categoria. Eu esperei tanto, e hoje finalmente posso competir na minha divisão de peso natural com adversárias do mesmo tamanho. Por ora, quero continuar fazendo história na minha divisão, e é por isso que é complicado pensar na Amanda neste momento. Mas eu sei que essa luta vai acontecer um dia”, finalizou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments