Treinador de Covington projeta retorno de ‘bad-boy’ ao octógono até maio

Dan Lambert ignora período de afastamento médico de seis meses, aplicado por Comissão Atlética, e estipula volta de ‘falastrão’

C. Covington (foto) deve retornar ao octógono no primeiro semestre de 2020. Foto: Reprodução/Instagram @colbycovmma

Depois de ter frustrado os planos de se tornar o novo campeão dos meio-médios (até 77kg.), após a derrota para seu rival, Kamaru Usman, Colby Covington pode não demorar muito para ser visto de novo em ação no octógono. Segundo um dos treinadores do ‘bad-boy’, Dan Lambert, o atleta se recupera bem de uma fratura na mandíbula e pode voltar a lutar ainda no primeiro semestre de 2020. A informação foi divulgada em entrevista ao ‘The Score’.

Saiba mais

McGregor espera receber R$331 milhões em luta contra Donald Cerrone: ‘Muito feliz’
‘Cara-de-Sapato’ se lesiona e está fora de luta contra Makhmud Muradov no UFC Brasília
‘Bate-Estaca’ mira recuperar cinturão em 2020: ‘Contra Zhang ou Joanna’

“Ele já estará treinando em fevereiro, então, na teoria, ele estará pronto para lutar já em abril, talvez maio. Mas isso depende do que ele quiser fazer, do que o UFC tem em mente para ele. Muitas coisas têm que acontecer antes de ele voltar.

Apesar de não escolher um novo adversário para seu pupilo, Lambert afirmou que pretende que Colby volte a atuar contra um combatente da elite da categoria. Segundo o técnico, a atual condição de Covington no ranking favorece uma boa opção de luta ao norte-americano.

“Qualquer um no top 10, com certeza, ou top 5. Colby ainda está ranqueado como primeiro ou segundo (2º), ainda está no topo. Então seu próximo adversário tem que ser alguém que o anime, que represente um grande desafio para ele, e o coloque na posição de lutar pelo título novamente após o duelo”, afirmou Dan.

O treinador aproveitou para atualizar sobre a real condição física do ex-desafiante. No confronto contra Usman, ocorrido em 14 de dezembro, pelo UFC 244, o lutador acusou uma lesão na mandíbula, que foi providencial para o resultado final do embate.

“Ele tem uma pequena fratura na mandíbula. Não precisou ser reconectada ou algo do gênero. Ele está se recuperando, descansando e relaxando. Espero ele de volta na academia (American Top Team – ATT) em algumas semanas a todo vapor, porque é assim que ele trabalha”, finalizou.

Após o UFC 244, o presidente do Ultimate, Dana White, afirmou que gostaria de realizar um confronto entre Colby e o ex-campeão da divisão, Tyron Woodley. O embate estaria nos planos da empresa para 2020, depois que Covington se recuperasse de sua lesão.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário