Cris Cyborg se oferece para ajudar Claressa Shields na transição para o MMA

Brasileira afirma que pode ajudar multicampeã de boxe, que tem desejo de encarar Amanda Nunes no futuro

C. Shields (eqs.) e C. Cyborg (dir.) após treinamento. Foto: Reprodução/Instagram @criscyborg

A multicampeã de boxe, Claressa Shields, pode ter ganho uma ‘professora de peso’, caso confirme sua migração no MMA. Uma das maiores atletas da história do esporte, Cris Cyborg, se ofereceu para auxiliar a norte-americana em sua transição para as artes marciais mistas. Em entrevista ao ‘MMA Fighting’, a curitibana falou sobre a possibilidade.

Veja Também

Conor McGregor é favorito contra Donald Cerrone na luta principal do UFC 246
Claudinha Gadelha acredita que vitória no UFC 246 vai aproximá-la de disputar cinturão
Donald Cerrone faz previsão de vitória sobre Conor McGregor: ‘Nocaute com chute na cabeça’

“Se eu for capaz de ajudá-la, se eu tiver a oportunidade, com certeza (vou fazer). Eu acho que precisamos ver quão rápido ela aprende as coisas. Se nós treinarmos juntas, como ela treina, quão rápido ela aprende. Mas jovens aprendem muito rápido. Ela pode usar seu boxe, que é ótimo. Ela precisa apenas de alguns detalhes,  aprender jiu-jitsu e wrestling”, afirmou Cris.

No último ano, Claressa surpreendeu muitos fãs das artes marciais ao afirmar que desejava se arriscar no MMA e ainda fez questão de declarar que gostaria de encarar Amanda Nunes em um combate promovida pelo UFC. Cyborg, que já treinou com Shields em 2017 e  2018, no entanto, aconselhou a norte-americana a ir com calma sobre o desafio à pojucana.

“Se fosse minha atleta, eu faria umas lutas de MMA primeiro. Acho que com tudo, ela pode ser grande. E as pessoas vão amá-la também”, disse a curitibana.

Com o sucesso de Amanda entre as galos (até 61,2kg.) e penas (até 65,7kg.), o Ultimate vê com bons olhos a chance de realizar superlutas para que a baiana possa aumentar seu sucesso, além de promover à organização espetáculos rentáveis.

Nunes, porém, afirmou após sua vitória no UFC 245, em dezembro, que aceita encarar Claressa apenas nas regras do MMA. A norte-americana, então, deveria aceitar um combate dentro do octógono e não esperar que a brasileira topasse realizar um duelo no boxe.

Assista a uma sessão de treinamentos entre Cyborg e Shields

 

Ver essa foto no Instagram

 

To the death! No one has to die,but today it was to the death! @Claressashields thank you for the training ahead of #ufc214 Claressa is the only American male or female to ever win two gold medals in Olympic boxing. She’s undefeated as a pro and just won the WBC belt at 165lbs. It was a great opportunity for me to train with the pound for pound best female boxer in boxing! I learned a lot from today’s experience and look forward to heading to Flint Michigan sometime after my fight to help with one of her future camps. Cyborg Nation show your support and give @claressashields a follow! July 29 #ufc214 for sponsorship questions: criscyborgmma@gmail.com 🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷 Até a morte!! Ninguém deve morrer, mas hoje foi até a morte! 😂👊@Claressashields obrigada pelo treinamento antes do #ufc214 Claressa é a única americana masculino ou feminino a ganhar duas medalhas de ouro no boxe olímpico. Ela é invicta como profissional e apenas ganhou o cinto WBC em 165 libras. Foi uma ótima oportunidade para eu treinar com a melhor boxeadora feminina! Aprendi muito com a experiência de hoje e aguardo com expectativa de ir para Flint Michigan em algum momento depois da minha luta para ajudar com um dos seus futuros campos. Nação Cyborg. Vamos mostrar apoio para nossa mostra nova parceira @claressashields! 29 de julho #ufc214 para perguntas de patrocínio: criscyborgmma@gmail.com #cyborgnation #criscyborg #criscyborg #ufc114 🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷

Uma publicação compartilhada por ®️Cristiane Justino (@criscyborg) em

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments