Cigano admite erro de estratégia na derrota para Blaydes: ‘Teve um preço alto’

Brasileiro afirma que se preocupou com as defesas de queda do rival e acabou dando menos prioridade na trocação

J. Cigano após o UFC Minneapolis. Foto: Reprodução/YouTube ufc

O ex-campeão dos pesados (até 120,2kg.), Júnior Cigano, sofreu uma amarga derrota no UFC Raleigh, realizado no último sábado (25), quando foi nocauteado por Curtis Blaydes. O atleta tentava se recuperar do revés sofrido para Francis Ngannou, em junho do ano passado, mas acabou somando o segundo resultado negativo em sequência. O atleta admitiu ter cometido um erro de estratégia e, em entrevista ao ‘Combate’, falou sobre as expectativas para o futuro.

Saiba mais

Estrelas do MMA lamentam morte de Kobe Bryant
Georges St. Pierre elogia Johnny Walker após treino com brasileiro: ‘Muito talentoso’
Após bater Dos Anjos, Michael Chiesa pede luta contra Covingyon: ‘Quero estar onde ele está’

“Eu treinei bastante a defesa de queda, entrei focado nisso e esqueci de atacar. Não estava atacando, deixando ele se sentir confortável, dando um espaço além da conta, além do que deveria e, mesmo defendendo todas as tentativas de queda, esqueci a parte principal, o meu forte, que é atacar. Uma confusão minha que teve um preço alto”, afirmou o catarinense.

Cigano, no entanto, não quer esperar muito tempo para voltar à ação. Segundo o atleta, ele quer retornar ao octógono o mais rápido possível para, assim, tentar retomar o caminho das vitórias.

“Por mim, volto o mais rápido possível. Acho que o melhor remédio para um resultado desses é fechar uma próxima luta logo para continuar trabalhando e corrigir os erros, que, nas derrotas, claro, ficam mais evidentes e você acaba aprendendo melhor. Não que eu queria a derrota, muito pelo contrário, mas espero que isso sirva como mais uma lição para que eu possa crescer como atleta. Estava conversando com a minha equipe, ainda não decidimos o que fazer, vamos esperar, dar uma acalmada nesses próximos dias, mas, se depender de mim, eu volto logo”, finalizou.

Próximo de completar 36 anos, Cigano foi o número um da divisão entre 2011 e 2012. Com estreia pelo Ultimate em 2008, o catarinense já subiu ao octógono em 21 oportunidades, vencendo 15 e sendo batido em seis ocasiões.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

7 Tópico de comentário
1 Responder Comentário
0 Seguir
 
Comentário com mais reações
Tópico de comentários mais discutido
7 Comentários do autor
Daniel FonsecaAgnaldo Santana Macedo MacedoGeraldo De Sousa RibeiroAlê VillarJOSÉ COELHO Novos comentários do autor
Pedro Edu Edu
Membro
Pedro Edu Edu

A melhor estratégia do cigano é se aposentar já era

Paulo Oliveira
Membro

Sou muito fã do sigano mas ultimamente ou melhor, depois que ele perdeu o título ele adotou um jeito chato de lutar com a guarda baixa,dando o rosto pro oponente bater e sem dizer que não ataca e espera muoto para golpear e por isso pagasse o preço

JOSÉ COELHO
Membro
JOSÉ COELHO

ERROU NA ESTRATÉGIA? A ESTRATÉGIA É LUTAR. NÃO DÁ PARA SER LUTADOR DE MMA DE ALTO NÍVEL PARTICIPANDO DA DANÇA DOS FAMOSOS NO FAUSTÃO, ENQUANTO OS OUTROS ESTÃO DANÇANDO NA ACADEMIA. ACHO QUE AGORA CIGANO SÓ LUTA POR DINHEIRO E PRA SERVIR DE ESCADA PARA OS NOVATOS. ELE SABE DISSO.

Alê Villar
Membro

Cigano, a melhor defesa é e, sempre será o ataque…quem não faz toma…se vc não confiar na sua mão, o seu oponente muito menos…cuidado pra vc não ter o mesmo destino do Renan Barão, que foi um campeão dominante por muitos anos e foi embora…por não ter mais garra, vontade e confiança…Sempre assisti as suas lutas, você foi um campeão empolgante…Volte a confiar na sua trocação e vai pra cima. Antes ser derrotado trocando, indo pra cima, do que correndo para os lados, mais fugindo do que indo pra cima, como fez nesta luta com o Blaydes.

Geraldo De Sousa Ribeiro
Membro
Geraldo De Sousa Ribeiro

Tem umas lutas nesse tal de UFC que parecem compradas. O pior de tudo que brasileiro não pode ver dinheiro, né ! Aliás, todos os brasileiros que perderam títulos mundiais nesse evento, foi porque brincaram no ringue, ou não lutaram com raça. O Junior Cigano foi mais um. Tinha tudo pra ganhar a luta, mas parece que estava com pena do adversário. Deu no que deu. Mais uma derrota.

Daniel Fonseca
Membro

Queixinho dele não aguenta mais, acabou a farra do ‘suco’ pela USADA. Ele tem que parar de ficar falando que o objetivo é o cinturão e fazer lutas por dinheiro ou mudar pro Bellator. Discurso de sempre dele já cansou.

Agnaldo Santana Macedo Macedo
Membro
Agnaldo Santana Macedo Macedo

CIGANO JÁ TÁ NA HORA DE PARAR SO FAZ APANHAR NÃO GANHA DE MAIS NINQUEM

Daniel Fonseca
Membro

Parabéns pela carreira no passado, mas já é uma figura ultrapassada, já conhecem a estratégia. Não evoluiu nada. E as desculpas continuam as mesmas. Então melhor fazer lutas sabendo que tá lá pra lutar independente do resultado do que ficar se auto iludindo que vai voltar a levantar a cinta, porque não vai nem sentir o cheiro mais. Outro caminho, pode ser o Bellator pra mudar de ares e uma mudança de treinador tb faria bem. Só espero que ele caia na real que a cinta, nunca mais.