Lee promete estragar festa de torcida e derrotar Do Bronx no UFC Brasília: ‘Vou calar os brasileiros’

Responsável por dividir o octógono com Charles na luta principal do evento em 14 de março, norte-americano espera encerrar bom momento de paulista

K. Lee (foto) em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução / Facebook @ufc

O peso leve (até 70,3kg.) Kevin Lee se prepara para um duro compromisso em sua carreira. Escalado para enfrentar Charles do Bronx na luta principal do UFC Brasília, em 14 de março, o norte-americano espera uma boa vitória sobre um dos mais carismáticos atletas brasileiros da atualidade. Em entrevista ao ‘MMA Junkie’, o combatente prometeu ‘jogar um balde de água fria’ a quem está torcendo pelo paulista.

Veja Também

Ainda sem previsão de voltar ao octógono, Thiago Marreta puxa treino para MC Guimê
Ex-jogador de futsal troca as quadras pelos ringues e no Jungle Fight
Priscila Pedrita substitui Rachael Ostovich e enfrenta Shana Dobson no UFC Auckland

“Gosto de ser o “estraga-prazer”. Vou garantir que eu cale a boca de todos os brasileiros, e aquela arena vai ficar muito, muito quieta ao final da noite. Às vezes, é isso que gosto de fazer. Gosto de roubar um pouco do trovão. Sinto que silenciei o Madison Square Garden na minha última luta e vou calar esse ginásio também”, afirmou o peso leve.

Além de enfrentar o fanático público brasileiro, para derrotar Charles, Kevin terá que superar um combatente que não perde há seis lutas. O paulista vem em uma sequência de vitórias impressionante, que acabou o colocando na 13ª posição no ranking da categoria.

Mesmo ciente do retrospecto recente positivo do adversário, Kevin afirma que Charles nunca enfrentou um oponente de elite no Ultimate. Para o norte-americano, o tupiniquim sentirá a pressão de dividir o octógono com um lutador de maior qualidade.

“Eu não acho que ele está pronto para esse nível ainda. Não acredito que tenha lutado nesse nível, principalmente em um evento principal como esse. Então, acho que as coisas pesam a meu favor”, finalizou.

Tanto Lee quanto Charles vêm de vitória na carreira. Enquanto o norte-americano derrotou Gregor Gillespie de forma arrasadora em seu último compromisso (em novembro, pelo UFC 244), o brasileiro não fica para trás. Charles vem de grande apresentação, quando, no UFC São Paulo, aplicou um duro nocaute sobre Jared Gordon.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário