Priscila Pedrita substitui Rachael Ostovich e enfrenta Shana Dobson no UFC Auckland

Brasileira tem nova chance de conquistar a primeira vitória pela organização em combate que acontece em 22 de fevereiro

P. Pedrita vai atuar no UFC Auckland. Foto: Facebook/ PriscilaCachoeira

A brasileira Priscila Pedrita já tem data para retornar ao octógono. Após cumprir suspensão de quatro meses em um caso de doping, a carioca está escalada para enfrentar Shana Dobson em uma das lutas do UFC Auckland, na Nova Zelândia. A informação foi divulgada pelo ‘MMA Junkie’.

Veja Também

Após grande vitória no UFC Raleigh, Herbert Burns projeta grande futuro no UFC: ‘Quero fazer barulho’
Cigano admite erro de estratégia na derrota para Blaydes: ‘Teve um preço alto’
Estrelas do MMA lamentam morte de Kobe Bryant

A combatente será integrada ao card para substituir Rachael Ostovich, que foi retirada de ação e não teve os motivos divulgados pela empresa.

Priscila, que chegou invicta ao Ultimate, surgiu para a empresa como uma possível promessa da divisão das moscas (até 56,7kg.). A brasileira, no entanto, não conseguiu mostrar sua melhor performance, que a fez assinar o contrato com a organização, e saiu derrotada em todas as três apresentações.

Na ‘corda bamba’, a carioca precisa sair vitoriosa sobre Dobson para não correr o risco de ter seu contrato encerrado com a organização.

Assim como a brasileira, Shana também precisa sair vitoriosa no combate. Vindo de duas derrotas consecutivas e com apenas um triunfo pelo Ultimate, a norte-americana de 30 anos precisa derrotar Pedrita para manter o sonho de continuar calçando as luvas da companhia.

A luta principal do UFC Auckland será representada pelo encontro entre Paul Felder e Dan Hooker.

Além de Priscila, o Brasil contará com mais dois representantes. Vinícius Mamute e Marcos Pezão levarão as cores da bandeira tupiniquim para o octógono.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments