Rival de brasileiro no UFC 247, Trevin Giles promete dificuldades a Antônio Arroyo

Vindo de duas derrotas consecutivas, norte-americano precisa superar representante tupiniquim para não correr risco de dispensa

T. Giles em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram @ufc_trevisgiles

O norte-americano Trevin Giles está próximo de realizar uma das lutas mais importantes desde que estreou pelo Ultimate. Vindo de duas derrotas consecutivas, o atleta está em situação delicada e precisa derrotar o brasileiro Antônio Arroyo, neste sábado (8), pelo UFC 247, para seguir na empresa sem riscos de ser dispensado. Em entrevista ao ‘Combate’, o atleta, no entanto, alertou o paraense sobre os riscos da luta neste final de semana.

Veja Também

Penúltimo a subir na balança, Dominick Reyes bate peso e garante luta contra Jones no UFC 247
Dana confirma que ofereceu lutas a Cormier, mas ex-campeão só aceita revanche contra Miocic
Dana White promete homenagem a Kobe Bryant no UFC 247

“Ele (Antônio) precisa estar preocupado com todos os aspectos do meu jogo. Claro que o ideal para mim é conseguir terminar a luta rapidamente, com vitória ao meu favor. Quero me sentir à vontade para que meus golpes fluam da melhor maneira”, disse o norte-americano.

Trein também fez questão de mostrar que estudou o jogo do oponente deste sábado. Segundo o oponente do brasileiro, é preciso estar atento tanto no jogo em pé, quanto no jiu-jitsu de Arroyo.

“Sei que é um cara que gostar de chutar. Ele é conhecido por isso. Acho também que o jiu-jítsu dele é subestimado. Tenho certeza que ele tem uma boa base no chão. Mas é basicamente isso, estarei pronto para seus chutes e temos tudo pra fazer uma luta bem animada”, finalizou.

No UFC 247, Giles chega à marca de 14 lutas na carreira como profissional no MMA. Com estreia no esporte em 2014, o combatente chegou invicto à organização, mas amargou os primeiros resultados negativos dentro da empresa. Ao todo, são 11 triunfos e dois reveses.

Assim como o norte-americano, Arroyo também precisa de um resultado negativo para retornar ao caminho das vitórias. Nascido em Belém (PA), o atleta vem de derrota para Andre Muniz em sua estreia e busca a primeira conquista pelo Ultimate. Hoje, Antônio soma 12 lutas, com nove triunfos e foi batido em três ocasiões.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments